Banner

Banner

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O sentimento beija-flor

JM Cunha Santos

Do coração dos maranhenses emerge o sentimento beija-flor. É o sentimento de R$ 10 milhões desperdiçados numa avenida de tristezas políticas que se alonga no tempo e no espaço até não mais ter fim. Nela desfila o povo maranhense carregando um imenso estandarte de desalento e frustração.

O sentimento beija-flor é o sentimento do pai que contempla escolas fechadas e atravessa o futuro de um lado a outro sabendo que seu filho não chegará a lugar nenhum. É o sentimento das cracolândias a céu aberto, do policial desarmado e perseguido pelo governo; o sentimento de um surdo furado que marca o samba desafinado de uma administração que vive de carnavais. É o sentimento de tamborins que gemem num aeroporto que não para de cair.

O sentimento beija-flor é o sentimento de um Estado sem rumo que perdeu o último centavo em mesas de Pif Paf antes de mancar na ala dos passistas em plena avenida das desilusões. É o sentimento de um carro alegórico que se desmonta durante o desfile tendo como destaque um povo que corre de pistoleiros e não tem onde plantar; o sentimento de professores sem giz, de fundações afundando a memória brasileira.

O sentimento beija-flor é o sentimento da mortalidade infantil, de famílias empobrecidas comendo o pão que o diabo amassou com meio salário mínimo por mês. É o sentimento do analfabetismo crônico desfilando para o espetáculo de bilionários empreendimentos internacionais; é o sentimento de uma comissão de frente que não veio porque um índice de desenvolvimento quase humano deixou a maioria sem ter para onde ir.

O sentimento beija-flor aflora em meio a uma incompetência tão grande que fez até a Beija-Flor de Nilópolis perder o carnaval. Mas o sentimento beija-flor sabe que as notas daqueles jurados não foram contra o enredo “São Luís o poema encantado do Maranhão”, foram contra os atos secretos do Senado, o nepotismo, o Troféu Algemas de Ouro, o coronelismo, as oligarquias, a corrupção e toda essa prática política que saqueia o Brasil e, com todo apoio do ex-presidente Lula, afunda num eterno carnaval de tristezas e ingerências o nosso Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário