Banner

Banner

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Edivaldo Holanda defende Flávio Dino e a parceria com a Prefeitura de São Luís

Waldemar Ter /Agência Assembleia


O deputado Edivaldo Holanda (PTC) defendeu, na sessão desta quinta-feira (16), o governador Flávio Dino (PCdoB) das críticas feitas pela oposicionista Andréa Murad (PMDB) e destacou a parceria do Governo do Estado com a Prefeitura de São Luís, com a assinatura de convênios para investimentos em infraestrutura urbana.

O parlamentar afirmou que São Luís, por ser a capital do Estado, merece essa atenção especial da parte do governador, e recriminou a manifestação de Andréa Murad.

“Antes, o que era terrorismo achaques, zombaria, ironias, virar de costas, desprezo, hoje é o inverso. Os secretários do Estado com os secretários municipais conversam, sentam, dialogam, discutem São Luís num clima de paz. O prefeito Edivaldo Holanda Júnior não pediu audiência ao governador Flávio Dino. Ao contrário de outros momentos atrás, que chegou a implorar audiência para discutir o drama que São Luís vivia e só teve respostas negativas. A situação mudada: o governador chama o prefeito para dizer que está ajudando esta cidade juntamente com ele a viver um novo momento, um momento de harmonia, de paz, de melhoria de qualidade de vida nas ruas, nos bairros desta cidade”, destacou.

O deputado garantiu que o prefeito tem trabalhado na cidade, mas que a ajuda do Governo do Estado vai permitir que o município realize um número maior de projetos de malha viária urbana.  “Quero repudiar a expressão de Vsa. Exa. em relação ao governador de ter destruído a gestão de Edvaldo Holanda Júnior. Pelo contrário, graças a Deus e ao governador Flávio Dino que entendeu antes de ser eleito que São Luís precisava que os municípios do Maranhão todos, mas São Luís como mãe, como capital, como referência do Maranhão, precisava da ajuda dele”, elogiou.


“Fica o meu agradecimento ao governador, como parlamentar desta Casa e desta cidade, pela contribuição decisiva que ele empresta ao povo e ao governo de São Luís”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário