Banner

Banner

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Governo firma parceria para implantação de escolas de ensino integral


O governador Flávio Dino assinou, no Palácio dos Leões, convênio para o processo de implantação de escolas de ensino médio em tempo integral no Maranhão, na manhã desta quinta-feira (23). Pelo convênio, o Instituto Natura, o Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação (ICE) e a empresa Alere fornecerão apoio técnico para o desenvolvimento de um conjunto de ações que visam a melhoria da oferta e da qualidade do ensino público no estado.
Até o início do próximo ano, adequações físicas e pedagógicas serão realizadas em escolas do Maranhão para que elas estejam preparadas para receber os alunos de nível médio em tempo integral, nove horas e meia por dia, das 7h30 às 17h. A previsão é que já em fevereiro de 2016, as primeiras 10 escolas de ensino integral em nível médio estejam funcionando no estado, sendo cinco profissionalizantes e cinco de iniciação acadêmica.
Jovens de todo o estado serão beneficiados pelo convênio. “Nós acreditamos muito na parceria entre a iniciativa privada e o poder público para melhorar as condições da prestação de serviço público no estado, beneficiando cada vez mais a população. É isso que estamos concretizando aqui hoje. Essas parcerias são imprescindíveis para que Maranhão dê o salto que está dando”, destacou o governador Flávio Dino.
O convênio já vinha sendo pleiteado pelas instituições envolvidas e pela iniciativa privada desde o ano de 2007, mas ainda não havia sido concluído pelas gestões anteriores. Ainda em dezembro do ano passado, após eleito governador, Flávio Dino esteve no Ceará e em Pernambuco para conhecer experiências exitosas de escolas integrais nesses estados.
“O sentimento que temos agora é de que finalmente conseguimos. Antes mesmo de tomar posse, o governador já havia visitado escolas que ajudamos a implantar em Pernambuco e no Ceará, mostrando que essa seria uma prioridade do seu governo. Rapidamente ele tomou a decisão, o projeto avançou e hoje, com menos de quatro meses de gestão, estamos aqui”, lembrou o presidente do Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação (ICE), Marcos Antônio Magalhães.
Adequações
Com a assinatura do convênio, terá início as adequações físicas e pedagógicas nas escolas. “Com esse modelo, o aluno precisará almoçar na escola, socializar, entre outras atividades novas. As escolas carecem desses espaços específicos. O segundo elemento é o planejamento da implantação dessas escolas à luz da infraestrutura pedagógica, ou seja, as escolas terão bibliotecas muito bem equipadas, terão laboratórios de física, química, biologia, matemática e robótica. A terceira vertente é capacitação dos recursos humanos, da secretaria da Educação e das equipes escolares, como professores, coordenadores e diretores de escolas”, detalhou Marcos Antônio Magalhães.
No período em que estarão nas escolas integrais, os alunos terão acesso, além do currículo básico de cada série de nível médio, a atividades culturais, pesquisas e laboratórios dentro da própria escola. “Essa metodologia inovadora vai dignificar a educação no nosso estado e, desta forma, conseguiremos elevar os índices educacionais no Maranhão, como orienta a política do governo Flávio Dino”, frisou a secretária de Educação, Áurea Prazeres.
O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, lembrou que até o momento o Maranhão não conta com nenhuma escola de nível técnico-profissionalizante mantida pelo governo do Estado. Estruturas assim no Maranhão são mantidas apenas pelo governo federal, mas com as parcerias o estado avança na qualidade do ensino público.

“O governador Flávio Dino veio com o propósito de fazer mudança no nosso estado e essas mudanças significam necessariamente transformar a realidade educacional, por essa razão, acertamos mais uma vez, investindo e na educação pública de qualidade, trazendo a experiência da escola pública de tempo integral”, pontuou Bira do Pindaré.

Nenhum comentário:

Postar um comentário