Banner

Banner

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Enterrado corpo de PM vítima de chacina em Panaquatira

O corpo do policial militar Max Muller Rodrigues de Carvalho, que morreu após reagir a um assalto em uma casa de praia em Panaquatira, orla de São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís, foi enterrado na manhã desta segunda-feira (25), no Cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar, Região Metropolitana de São Luís.

Na manhã desta segunda, o comandante Aritanã Lisboa, comandante do 6º Batalhão da PM, falou, em entrevista ao Bom Dia Mirante, sobre as investigações do caso. “A polícia começou investigações preeliminares para tentar encontrar os autores desse delito. Ao analisar a cena do crime, os fatos como aconteceram, nós entendemos que não foi nada direcionado ao policial. Ali é um local onde um pessoal conhecido como ‘piratas de Panaquatira’, um bando entre 10 e 20 pessoas, atuam para assaltar as pessoas que usam aquela área para o lazer. A polícia não vai parar e vamos continuar investigando o caso”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário