Banner

Banner

sábado, 23 de maio de 2015

Prefeito Edivaldo entrega chaves de 3 mil unidades do Residencial Ribeira



O prefeito Edivaldo entregou na manhã desta sexta (22) as chaves de 3 mil unidades habitacionais do Residencial Ribeira às famílias contempladas pelo Programa "Minha Casa, Minha Vida". O empreendimento consiste em 1.592 casas e 1.408 apartamentos, que beneficiará cerca de 11 mil pessoas. Em clima de festa, os novos moradores compareceram em grande número ao local para participar do ato de entrega das chaves, realizado no próprio residencial.
Acompanhado do governador Flávio Dino, o prefeito Edivaldo abriu a solenidade e, em seu pronunciamento, frisou a representatividade deste passo para as milhares de famílias que, a partir de agora, viverão na tão esperada casa própria.
"É um momento de grande felicidade para todos nós. Sabemos o quão imensurável é para essas pessoas a conquista da sua casa própria. Não há bem maior que um lar para vivermos dignamente com nossa família. E a Prefeitura faz a sua parte, ajudando as famílias nessa importante etapa de suas vidas e contribuindo para reduzir o déficit habitacional na nossa cidade", disse Edivaldo.
O prefeito ressaltou ainda que, além das unidades do Residencial Ribeira, a Prefeitura de São Luís já entregou outras 3 mil habitações, perfazendo um total de 6 mil unidades habitacionais entregues só nos dois primeiros anos da atual gestão. "E ainda entregaremos mais seis mil casas até o final da nossa administração", anunciou o prefeito.
Em ato simbólico, o prefeito Edivaldo entregou as chaves da nova moradia da dona de casa Aleandra Alves dos Santos, 39 anos, que, na solenidade, representou todos os moradores contemplados. "Agradeço em nome de todas as pessoas beneficiadas. Todos nós sonhamos muito e esperamos com ansiedade esse dia tão feliz", disse.
Também contemplado com um dos apartamentos do residencial, o aposentado José de Ribamar da Silva, 76 anos, não se contentava de felicidade com o novo lar. "Eu vivia numa casa em área de risco no Goiabal, correndo perigo de desabar em cada chuva que dava, mas agora vou viver tranquilo com minha família aqui", disse o aposentado.
Presente à solenidade de entrega das chaves, o governador Flávio Dino informou que o Governo do Maranhão vai levar ao Residencial Ribeira os serviços públicos fundamentais, para que as famílias tenham condições dignas de vida. "É com muita alegria que participamos desse momento importante para essas pessoas e para a cidade de São Luís. Sabemos que a política habitacional é uma prioridade do prefeito Edivaldo e o Estado fará a sua parte, levando serviços públicos para essas dez mil pessoas que irão morar no residencial. De imediato vamos garantir o policiamento na área e a segurança dos moradores", afirmou o governador.
As habitações fazem parte do Programa "Minha Casa, Minha Vida", do governo federal, sob a coordenação das secretarias municipais de Urbanismo e Habitação Semurh) e da Criança e Assistência Social (Semcas) em São Luís, e com financiamento da Caixa Econômica.
O superintendente regional da Caixa, Hélio Duranti, destacou o empenho e o esforço coletivo de toda a equipe da Prefeitura para que o empreendimento fosse executado. "Tudo isso só foi possível devido à unidade e a vontade de todos os órgãos envolvidos, e a Caixa cumpre sua missão de garantir que cada vez mais famílias tenham acesso à moradia digna e, assim, contribua para reduzir o déficit habitacional no país", disse.
INFRAESTRUTURA
O Residencial Ribeira dispõe de infraestrutura completa de pavimentação, rede de água, esgotamento sanitário, energia elétrica, sistema de drenagem e disponibilidade de transporte público. Além desses serviços, terá ainda escolas, creches, quadra poliesportiva, praças e posto policial, entre outros equipamentos urbanos.
Na área da saúde, a Prefeitura está realizando a reforma do Atendimento Médico Ambulatorial (AMA), localizado no Maracanã, com capacidade de atendimento mensal de até 9 mil pessoas, funcionando 24 horas por dia. Outro ponto importante é que 3% dos imóveis tem acessibilidade para pessoas com deficiência. As casas também têm a possibilidade de serem readaptadas, em caso de limitações físicas do morador. As unidades são destinadas a famílias com renda de até R$ 1.600.

Participaram ainda da solenidade de entrega das chaves, os secretários municipais de Urbanismo e Habitação (Semurh), Diogo Lima; da Criança e Assistência Social (Semcas), Andreia Lauande, pastas diretamente envolvidas com o desenvolvimento do programa "Minha Casa, Minha Vida" em São Luís, entre outras autoridades municipais. Também marcaram presença ao ato o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon), Fábio Nahuz; e o empresário Iran Vidal, proprietário da Vitral Construções Incorporação, que representou as empresas responsáveis pela construção do empreendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário