Banner

Banner

domingo, 14 de junho de 2015

Flávio Dino: Mais investimentos, porto e gás



O Maranhão começou a semana com três ótimas notícias, que apontam para uma economia mais forte. Em primeiro lugar, registramos no mês de maio a abertura de 2.562 novas empresas, número 11% superior ao mesmo mês do ano passado. Em segundo lugar, estive em Brasília para participar do anúncio de uma importante conquista para o Maranhão e estados vizinhos: a presidenta Dilma anunciou a inclusão do Porto do Itaqui no Plano de Investimento Logístico do Governo Federal, que prevê aporte de mais de R$ 500 milhões mediante concessões ao setor privado. E ainda, estive em reunião na Agência Nacional de Petróleo, saindo com a garantia de medidas que ampliarão a exploração de gás no nosso Estado.

Sobre o Porto do Itaqui, sublinho que, sob nossa administração, ele vem batendo recordes de movimentação de cargas e de rentabilidade. O que mudou? Pusemos fim a gastos excessivos e muitas vezes imorais que eram feitos às custas do patrimônio do povo maranhense e, com isso, conseguimos fazer com que o Porto tenha um desempenho 969% maior do que teve no mesmo período do ano passado, provando a responsabilidade e o trabalho sério dos novos gestores.
Apenas para dar um exemplo, nos cinco primeiros meses de 2015, a nova administração promoveu uma redução nos custos operacionais em 43% e nas despesas administrativas em 20%, fruto da revisão de todos os contratos, eliminação da política ilegal de bonificação, novas licitações, dentre outras providências. Com o anúncio da priorização de construção de mais dois novos terminais para granéis minerais e celulose, que vão ampliar em 30% o volume anual de cargas, o Maranhão se consolida ainda mais fortemente no cenário internacional para trocas comerciais.

Outra importante conquista veio com o anúncio feito pela Agência Nacional de Petróleo: a confirmação de que o Maranhão será contemplado na nova rodada de leilões para exploração de gás natural. Recebi esta boa notícia em audiência com a presidenta da ANP, Magda Chambriard, que nos afirmou que a exploração de gás no Maranhão é fundamental para o desenvolvimento do Brasil. Já em outubro deste ano, 22 novas áreas terrestres de exploração de gás serão ofertadas em leilões da ANP. Isso se soma a novos campos que já estão com comercialidade declarada no começo do nosso governo, de modo que a produção de gás só tende a crescer, o que nos dará um ativo estratégico para uma política industrial sustentável e eficaz.

Para que se tenha ideia do que representa este novo leilão, basta que observemos o que acontece hoje na região de Santo Antônio dos Lopes onde, este ano, uma empresa de exploração de gás deu início a obras que geram hoje 400 empregos diretos e, nos próximos meses, 2 mil empregos. Depois, outras centenas de empregos especializados se firmarão na região da exploração de gás e também na capital.


Estamos provando com ações e diálogo que o Maranhão não mais ficará à margem do desenvolvimento do país. E que temos um visão bem diferente do passado: nossa prioridade é internalizar os benefícios em favor do nosso povo, fazendo com que o Maranhão seja produtor e distribuidor de riquezas para as pessoas que aqui vivem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário