Banner

Banner

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Crise política, econômica e moral, MPF processa Lula, CPI para Fundos de Pensão e BNDES. O Brasil vai ficando à deriva

JM Cunha Santos


O presidente da Câmara, Eduardo Cunha acusou o procurador geral da República, Rodrigo Janot, de obrigar o delator Júlio Camargo a mentir na Justiça. Segundo o delator, Eduardo Cunha teria pedido 5 milhões de dólares em propina num contrato de navios sonda da Petrobrás. Essa delação aconteceu depois que a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em residências de senadores. Cunha deve conceder entrevista esta manhã anunciando o rompimento definitivo com o governo Federal. “Não tem mais volta”, ele disse.
Enquanto isso, o Ministério Público Federal anunciou abertura de inquérito contra o ex-presidente Lula por tráfico internacional de influência. Lula é acusado de usar sua influência para facilitar negócios da Odebrecht em países da África do Sul e da América Latina.
No Senado, o presidente Renan Calheiros conseguiu formalizar a criação da CPI dos Fundos de Pensão, depois de ameaçar indicar os nomes que faltavam, apenas do PT, para compor a Comissão. Essa CPI, como se sabe pode atingir maranhenses, através de investigações no Fundo Postalis.
Está em pauta também a criação da CPI do BNDES que deve apurar empréstimos do banco brasileiros a países aliados do governo petista. Essa CPI já foi protocolada no Senado Federal e Calheiros garante que fará a leitura regimental logo assim que se encerrar o recesso parlamentar.

São fatos de uma crise política que só servem ao aprofundamento da crise econômica e da crise moral no país. O Brasil está ficando à deriva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário