Banner

Banner

quinta-feira, 16 de julho de 2015

O Separado

JM Cunha Santos


Todo corpo precisa de agressão,
pois, assim, vitime-se, não aos outros,
enquanto for teu corpo vulnerável.
Todo corpo quer tão-somente desfalecer
na vida quase sempre governada por desmaios

Eis que busco a compreensão da vida
e só deparo com pavores e mentiras.
Eu, que tanto discordei do soldado que matava
quanto do Deus invisível que concebeu o amor
só agora entendo a necessidade das feridas
como parte que sou das agonias humanas
e certeza absoluta de quase tudo que morre

Todo corpo precisa de um agressor,
externo, invasivo e que lhe proíba
de provar de alegria permanente
e de realizar sonhos impossíveis

Só assim podemos nos livrar

de nossa incorrigível felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário