Banner

Banner

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Senarc prende quadrilhas e prejuízo do tráfico é calculado em um milhão de reais



Prejuízo calculado em quase 1 milhão de reais para o tráfico foi o resultado de duas operações da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico  (Senarc). Em São Luís, foram apreendidos 47 tabletes de crack e aproximadamente R$ 80 mil reais em dinheiro. No município de Codó, a Senarc apreendeu 170 tabletes de maconha já prontos para a distribuição no mercado de entorpecentes.
Os delegados Carlos Alessandro e Valdenor Viegas, que respondem pela Senarc, repassaram que as ações decorrem do comprometimento da superintendência em dar resposta rápida e eficaz contra o tráfico de entorpecentes no Estado. “Estamos deflagrando diversas operações com o apoio da Secretaria de Segurança Pública e a Delegacia Geral para desbaratar quadrilhas de traficantes que agem na capital e no interior do Maranhão” afirmou.
Waldenor Viegas informou que a primeira prisão aconteceu nesta segunda-feira (07), por volta das 21h, nas proximidades da Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro do Bequimão. Foram presos em flagrante pela equipe do Senarc os suspeitos Wesley Costa Oliveira 37 anos e Márcia Ana Chagas, 35 anos. A dupla foi surpreendida pelos policiais quando negociavam a venda de 20 tabletes de crack para outro casal identificado por Renato Almeida Pestana, 27 anos e Ivone Pereira dos Santos, 30 anos. No prosseguimento das investigações foram apreendidos, na residência de Wesley Oliveira, no bairro do Calhau, outros 27 tabletes de crack e dinheiro no valor aproximado de R$ 80 mil reais.
Os suspeitos foram ouvidos pelos delegados da Senarc e autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Em seguida, foram encaminhados para o Centro de Triagem de Pedrinhas onde ficarão aguardando o pronunciamento da Justiça.
 170 kg de maconha apreendidos pela Senarc


A outra operação iniciou também nesta segunda-feira (07), por volta das 15hs, e redundou nas prisões em flagrante, no centro de Codó, dos suspeitos Maxwell Oliveira Silva, 25 anos e Eduardo Felipe Nunes Melo, 18 anos. De acordo com o delegado titular do Senarc, Carlos Alessandro, as investigações levaram a um veículo Chevrolet, modelo Corsa Classic de placas NWX-9802, de cor vermelha, usado para o tráfico de drogas. A dupla foi interceptada na Avenida Santos Dumont em Codó e no interior do veículo foram encontrados 170 tabletes de maconha pronta para a comercialização.
O delegado Alessandro repassou que os suspeitos foram também autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e ficarão presos á disposição de uma decisão da Justiça.

Mauro Wagner / Ascom SSP 

Nenhum comentário:

Postar um comentário