Banner

Banner

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Dia Nacional de Mobilização contra Aedes Aegypti promove mais de 17 mil visitas a imóveis no Maranhão



Realizado no último sábado (13), o Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti realizou 17.077 visitas a imóveis nas cidades de São Luís, Imperatriz e Alcântara.
Em São Luís, foram mobilizados 722 militares das forças armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha), 286 agentes de endemias, 48 agentes de campo e 100 homens da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Houve, além das ações de visitação das casas e repasse de informações à população, carros de aplicação de inseticidas Ultra Baixo Volume (UBV) da Secretaria de Estado da Saúde.
Durante a ação na capital maranhense foram visitados 7.350 imóveis, dos quais 3920 receberam ações. Os agentes de saúde e endemias aplicaram larvicidas em 927 casas.
Já em Imperatriz, os agentes públicos visitaram 8985  imóveis. Destes, 609 com focos do mosquito receberam tratamento. No município de Alcântara foram realizadas 742 visitas.
As ações de combate ao mosquito no Maranhão foram estabelecidas pelo governador Flávio Dino por meio da Medida Provisória número 215, de 4 de fevereiro, que dispõe sobre os procedimentos de vigilância sanitária e epidemiológica em função da presença do mosquito transmissor. A MP estabelece que a Secretaria Estadual de Saúde, por meio das Secretarias Municipais de Saúde, fará permanente acompanhamento das áreas de risco, devendo monitorar a incidência do mosquito com o auxílio de tecnologias que permitam a identificação de criadouros.
Durante a cerimônia de abertura do dia D de combate ao mosquito realizada no último sábado (13), o governador Flávio Dino garantiu a continuidade das ações contra o Aedes Aegypti nos municípios. “Vamos continuar a monitorar permanentemente o Lira, que é o índice de infestação do mosquito. Os municípios que mantiverem o índice abaixo de 1% receberão uma premiação”, anunciou.

O Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti registrou visitas em 2,8 milhões imóveis localizados em 428 municípios do País.  A ação contou com 220 mil integrantes das Forças Armadas, em conjunto com os agentes comunitários de saúde e os agentes de controle de endemias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário