Banner

Banner

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Governo do Estado lança serviço de transporte gratuito para cadeirantes



O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), lança na próxima quinta-feira, dia 18, o Serviço TravessiaTransporte Especial Gratuito para a Pessoa com Deficiência, Usuária de Cadeira de Rodas. Considerado um marco do estado rumo à inclusão, o ‘Travessia’ é um projeto ousado e transformador.
Usuários de cadeira de rodas de municípios da Região Metropolitana de São Luís receberão uma das maiores inovações da iniciativa pública rumo à inclusão e cidadania.
Subsidiado pelo Estado, o serviço de transporte porta a porta e exclusivo garantirá a mobilidade de cadeirantes dos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. Diferentes de cidades como São Paulo e Vitória, que oferecem o deslocamento do cadeirante para ter acesso apenas a serviços de saúde ou de forma paga, respectivamente, aqui o serviço gratuito integrará o cadeirante aos serviços de saúde, educação, trabalho e lazer, funcionando inclusive nos fins de semana.
“Ao falarmos em mobilidade, será um passo marcante na garantia dos direitos do cadeirante na região metropolitana de São Luís. Estamos diante de um serviço transformador, possível graças a um Estado que se preocupa em estar presente onde nunca antes houve ação; o transporte no estado passa por um novo momento e o passageiro antes desprotegido, passa a ter a devida atenção”, destaca Artur Cabral, presidente da MOB.
Serviço
Com capacidade de atendimento para até 1000 passagens/mês, o ‘Travessia’ será executado em quatro veículos do tipo Van, adaptadas, climatizadas e com capacidade para levar até três cadeirantes e seus acompanhantes, além de espaço para os pertences dos passageiros.
As viagens serão realizadas de 8h da manhã às 20h mediante agendamento prévio, com no mínimo 48 horas de antecedência, por meio da Central Disque-travessia. O cadeirante terá o destino à sua escolha, ficando submetido apenas à roteirização da frota, trabalho que será feito por meio de software para melhor aproveitamento do serviço.
Cadastro
O serviço ‘Travessia’, assim como o regulamento, é regido pela Portaria Nº 008/2016, publicada no Diário Oficial no dia 22 de janeiro. O usuário de cadeira de rodas terá acesso ao Travessia por meio de cadastro que deverá ser realizado pelos postos de atendimento itinerantes e na sede do Centro de Atendimento e Operação do Serviço Travessia, localizado na sede da MOB.
Para se cadastrar, o candidato deverá retirar a Ficha de Avaliação Médicapelos meios disponíveis:
I – Página eletrônica da Agência Estadual de Transporte eMobilidade Urbana no endereço virtual www.mob.ma.gov.br;
II – Pontos de cadastramento itinerantes;
III – Centro de Atendimento e Operação do Serviço Travessia.
O candidato deverá entregar, nos pontos indicados,juntamente com a Ficha de AvaliaçãoMédica os seguintes documentos:
I – Cópia da Carteira de Identidade;
II – Cópia do Cadastro de Pessoa Física;
III – Cópia de Comprovante de Residência.
A Ficha de Avaliação Médica deve ser preenchida, assinadae carimbada pelo médico responsável pelo acompanhamento docandidato, indicando o CRM do profissional responsável pela avaliação.
Postos e Datas para Cadastramento
O cadastro para acesso ao serviço começa no dia 22 de fevereiro e será feito permanentemente na Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana-MOB, localizada na Rua Chapadinha, n˚ 3, qd. 41, Edifício Caracas, 1˚ andar, Quintas do Calhau, no horário das 8 às 17 horas, de segunda à sexta. Já o cadastro itinerante segue cronograma:
*De 22 de fevereiro a 4 de março
Centro São José Operário – Cidade Operaria, das 8 às17h
*De 07 a 18 de março
Centro Especializado em Reabilitação – Olho d’ Água, das 8 às 17h
*De 21 de março a 1 de abril
Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência – Centro Administrativo do Estado, Calhau, das 8 às 17h
Serviço:
O quê: Lançamento do Travessia;
Quando: Dia 18 de fevereiro, quinta-feira;
Hora: 8h30;

Local: Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n, Calhau, Palácio Henrique de La-Rocque, no auditório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário