Banner

Banner

segunda-feira, 14 de março de 2016

JM Cunha Santos faz segundo lançamento do romance “A Comunidade Rubra”


Poeta, escritor e jornalista, JM Cunha Santos realizará, nesta quarta-feira, às 18 horas, a convite da Editora Engenho, na sede da Secretaria de Ciência e Tecnologia, um segundo lançamento do romance “A Comunidade Rubra”. O livro, autografado pela primeira vez nos salões da Assembleia Legislativa do Maranhão, conta a história de uma comunidade imaginária na qual a confiança dos governantes nos governados e dos governados nos governantes dá início a uma trama que envolve honestidade, corrupção, inocência, sexo, religião e violência.
Com prefácios do poeta e professor Alberico Carneiro Filho e do jornalista e escritor Manoel dos Santos Neto, o romance é descrito pelo autor como “Uma novela política e brutalmente sexual baseada nos livros “Utopia”, de Thomas More e “O elogio da loucura” de Erasmo de Rotterdam, que denuncia a corrupção em nossos dias”.
JM Cunha Santos é autor dos livros “Meu Calendário em Pedaços” (poesia), “O esparadrapo de março” (poesia) “A madrugada dos alcoólatras” (poesia) “Pesadelo” (contos) “Paquito, o Anjo Doido” (romance) “Odisseia dos Pivetes (poema épico) e “A comunidade rubra” (romance). Inéditos e com previsão de lançamento ainda este ano, o escritor apresentará a seus leitores “O transporte”, poema épico baseado na religiosidade africana e “Os herdeiros do sol”, que descreve como “Uma fábula cósmica sobre o consumo de drogas”.

Ontem, JM Cunha Santos agradeceu o convite da Editora Engenho e declarou que a ficção preconizada no romance está cada vez mais parecida com a realidade do Brasil de hoje. “É uma história em que a desonestidade com os recursos públicos e com o patrimônio do povo vence os ideais de igualdade e justiça social”, declarou.  

Quando: Nesta quarta-feira (16), às 18 horas;

Local: No hall de entrada da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação – na Av. dos Holandeses, Quadra 24, Lote 14 – Ponta D’Areia (lado do Empório Fribal).

Nenhum comentário:

Postar um comentário