Banner

Banner

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Eleições para o Colegiado Escolar acontecem no próximo dia 26

As escolas do Sistema Estadual de Ensino do Maranhão realizarão no dia 26 deste mês a eleição dos membros do Colegiado Escolar para o biênio 2016/2018. Coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o processo eleitoral já começou com a realização de assembleias gerais em 575 centros de ensino em todo o estado.
O Colegiado Escolar é um órgão constituído de representantes dos diversos segmentos da comunidade escolar – pais, estudantes, professores e demais servidores, objetivando a participação nas decisões da escola, no âmbito administrativo, político-pedagógico e financeiro. Emite opiniões, toma decisões, elabora diagnóstico, fiscaliza, apoia, promove e estimula a comunidade escolar em busca da melhoria da qualidade do ensino.
“A participação do cidadão na escola é fundamental para garantia de uma gestão escolar democrática, que vem sendo trabalhada pelo governador Flávio Dino desde os primeiros meses de governo com a eleição para gestores da rede estadual. Portanto, a Seduc conclama toda a comunidade escolar para participar ativamente neste novo modo de gerenciamento das nossas unidades de ensino”, destacou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.
O Colegiado decide e/ou opina sobre aspectos da vida pedagógica, administrativa e financeira das escolas; delibera sobre as questões da escola, propondo alternativas e procedimentos para a melhoria da qualidade do trabalho escolar, respeitando a legislação em vigor; acompanha e avalia os resultados pedagógicos, administrativos e financeiros da escola.
Etapas
O processo de escolha dos membros do Colegiado Escolar segue as seguintes etapas: mobilização; realização de Assembleia Geral; homologação das candidaturas; campanha eleitoral; realização das eleições; e posse e diplomação dos eleitos.

De acordo com a Supervisora de Gestão Escolar da Seduc, Sheyla Albuquerque, as contribuições do colegiado para a escola vão desde as relações de poder, à participação na gestão dos recursos. “O colegiado possibilita que as relações de poder se descentralizem e se ampliem; há corresponsabilidade nas decisões, e, consequentemente, nos resultados obtidos e presença mais efetiva da comunidade na gestão dos recursos destinados à escola”, apontou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário