Banner

Banner

domingo, 24 de abril de 2016

Socorrão II e Hospital da Mulher são classificados como referência pelo Ministério da Saúde

O hospital Socorrão II foi classificado como de referência para assistência de alta complexidade em traumatologia e ortopedia e o Hospital da Mulher em neurocirurgia. Com a nova habilitação novos recursos virão para a Saúde da capital.

Depois de classificar o Socorrão II como referência em emergência, no Maranhão, para assistência de alta complexidade em traumatologia e ortopedia. Agora o Ministério da Saúde confirmou o Hospital da Mulher, no Anjo da Guarda, como referência de assistência em alta complexidade na especialidade médica de neurocirurgia. A habilitação foi publicada, no último dia 15 de abril, pelo governo federal no Diário Oficial da União.
“Ao habilitar o Hospital da Mulher para alta complexidade em neurocirurgia, o Ministério da Saúde confirma que estamos proporcionando aos maranhenses uma rede de saúde com qualidade e reconhece a importância dos investimentos que a nossa gestão tem realizado. A saúde tem recebido uma atenção especial por parte nossa gestão, por ser um setor muito importante para os ludovicenses”, afirmou o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.
A titular da Semus, Helena Duailibe, destacou que a unidade de saúde do Anjo da Guarda tem papel fundamental na rede de atendimento tanto da capital maranhense quanto de municípios do interior do estado. O hospital realiza procedimentos cirúrgicos em aneurismas, tumores e traumas raquimedulares, entre outros serviços na área de neurologia.
“Antes não havia um serviço de referência na rede pública municipal para onde esses pacientes pudessem ser encaminhados. Hoje, as lesões de aneurisma, os tumores cerebrais e coluna podem ser operados no Hospital da Mulher. A Prefeitura, portanto, criou condições favoráveis para que fossemos reconhecidos pelo Ministério da Saúde e, principalmente, por quem necessita dos serviços oferecidos por esta unidade”, destacou a secretária Helena Duailibe.
O processo para a habilitação em referência de alta complexidade de neurocirurgia seguiu um roteiro de adaptações, uma lista de requisitos técnicos de pessoal e de espaço físico, conforme diretrizes estabelecidas pela Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (MS).
Para direção do Hospital da Mulher, o planejamento da Prefeitura de São Luís somado à participação de representantes da área Itaqui-Bacanga e do Conselho Municipal de Saúde tem ajudado a proporcionar um atendimento ainda mais qualificado. “O prefeito Edivaldo sempre se mostrou sensível às questões voltadas a saúde e, com as melhorias aqui realizadas, temos uma saúde, na especialidade médica neurológica, de referência”, enfatizou a diretora Natália Mandarino.
Em relação ao Socorrão II, a secretária de Saúde destacou que muitos pacientes do interior do Estado procuram o hospital pela qualidade no atendimento. ”Os pacientes da saúde pública de São Luís, tanto da Grande Ilha quanto de outros municípios que recorrem ao Socorrão II, já usufruíam de uma assistência de alta complexidade. Agora, estando habilitado, o hospital de emergência continuará fornecendo o mesmo serviço de qualidade e, com os recursos que virão, intensificaremos serviços e daremos mais qualidade”, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário