Banner

Banner

sábado, 30 de abril de 2016

Temos governo; a polícia é outra

JM Cunha Santos

A Secretaria de Segurança Pública inaugura Posto Fiscal Policial, uma Barreira em funcionamento 24 horas por dia na Estiva, com o fim de barrar a entrada de armas e drogas em São Luís.


Definitivamente, o Sistema Estadual de Segurança Pública se transforma, com novas táticas, estratégias e determinação jamais vistas para garantir mais tranquilidade e segurança ao cidadão. Saímos da inércia. A polícia está nas ruas, ao alcance do cidadão. Blitz são organizadas para prevenir assaltos a ônibus, para deter motoboys e suas máquinas da morte sob suspeita da prática de crimes. O “Batalhão Tiradentes” viaja de transporte coletivo para surpreender  assaltantes disfarçados de passageiros e o resultado é uma redução de 60 % nesse tipo de crime, conforme informação do Comandante Geral da PMMA, coronel Frederico Pereira.
O Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, não apenas montou uma equipe; está, com ela, planejando a segurança pública do Maranhão. A Polícia Civil, entre dezenas de operações, também combate o crime organizado, o narcotráfico, a corrupção e a agiotagem. Nem parece o Maranhão de um ano e meio atrás, onde o crime de colarinho branco dava suporte ao crime sem colarinho.
O medo diminui em São Luís, a vigilância é diária e intermitente. A integração das forças policiais é um fato indesmentível. Criaram-se as Áreas Integradas de Segurança Pública, o Cinturão de Segurança, mapeando 8 regiões com maior incidência de crimes, conforme informou o Delegado Gral Lawrence Melo.
Temos governo. A própria direção do Banco do Brasil agradece pela ação das polícias civil e militar no combate aos assaltos a bancos. O narcotráfico acumula o maior montante de prejuízos financeiros de toda sua história no Maranhão, com as apreensões sucessivas de toneladas de drogas. As Superintendências de Polícia se esmeram no combate aos grandes e pequenos traficantes e a outras formas de violência.
O governador Flávio Dino investiu em segurança pública. Minou o poder dos chefões do crime organizado na Penitenciária de Pedrinhas e fora dela. Reduziram-se a quase nada as fugas, rebeliões e assassinatos nos presídios. Temos governo e porque temos governo a segurança pública voltou a ser prioridade.
O Secretário Jefferson Portela anuncia agora uma espécie de xeque-mate contra a bandidagem e em favor do cidadão de São Luís. A criação de um Posto Fiscal Policial na Estiva, na entrada da cidade, uma Barreira funcionando 24 horas por dia, destinada a barrar a entrada de drogas e armas na capital.

Temos governo. A polícia é outra. Bem melhor, mais articulada, integrada, planejando e agindo repressiva e preventivamente contra o crime. E, certamente, está contando uma outra história sobre a segurança pública no Maranhão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário