Banner

Banner

quarta-feira, 4 de maio de 2016

TSE cassa mandato do vereador Beto Castro, em São Luís



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou nesta terça-feira (3) por 6 votos a 1, o mandato do vereador de São Luís Beto Castro (Pros-MA). Com a decisão, o vereador Paulo Roberto Pinto (PHS), conhecido por Carioca, assumiria a vaga na Câmara Municipal.
Beto Castro disse que a decisão de cassar seu mandato foi injusta e que entrará com recurso nesta quarta-feira (4). “Eu acompanhei o julgamento em Brasília. Foi uma decisão injusta”, disse.
O vereador Beto Castro foi acusado por Carioca, suplente na Câmara dos Vereadores, de usar duas identidades com nomes diferentes na eleição municipal de 2012, a Werbeth Macedo Castro e Werbeth Machado Castro. Beto Castro nega a acusação.
Em setembro de 2013, Beto Castro chegou a ter o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA). Mas, poucas horas após, por ordem da juíza Luzia Nepomucena, titular da 3ª Zona Eleitoral de São Luís, o vereador obteve uma liminar que assegurava sua sua permanência na Câmara até o julgamento de seu processo pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
Em dezembro do mesmo ano o TRE-MA decidiu novamente cassar o mandato do vereador por 4 votos a 2. Em março de 2014 por 4 votos a 3, os membros do TRE-MA julgaram o recurso da defesa e reconduziram Beto Castro à Câmara dos Vereadores.

A Assessoria de Comunicação da Câmara dos Veredores de São Luís informou que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral ainda não foi oficialmente informada à casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário