Banner

Banner

quinta-feira, 21 de julho de 2016

‘Caravana Mais Esporte e Lazer’ já beneficiou 53 mil maranhenses



“Gostei muito das brincadeiras, foi a minha primeira vez na piscina de bolinhas. Realizei um sonho”, disse a pequena Nádja Sousa, 11 anos, ao participar do programa ‘Caravana Mais Esporte e Lazer’. Estudante da Unidade Escolar Tácito Caldas, em Paço do Lumiar, Nádja é um dos 53 mil maranhenses beneficiados pela Caravana, promovida pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). De caráter itinerante, o programa já esteve presente em quase 30 municípios do estado, levando ações esportivas, culturais e recreativas para pessoas de todas as idades.


Segundo o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, são finalidades da ‘Caravana Mais Esporte e Lazer’ promover a cidadania e a cultura de paz em bairros e comunidades de todo o Maranhão. “Com este programa, levamos diversão para milhares de maranhenses, proporcionando momentos de alegria e despertando valores como a amizade, o coletivismo, a fraternidade e o pleno exercício da cidadania, fatores importantes para eliminar a violência e promover a paz”, disse Márcio Jardim.
Para o secretário Márcio Jardim, programas como a ‘Caravana Mais Esporte e Lazer’, que favorecem a inclusão social e o desenvolvimento pelo esporte em todo o estado, são uma marca da gestão realizada pelo governador Flávio Dino. “Com a promoção da Caravana, nosso governo já beneficiou mais de 53 mil maranhenses, em quase 30 municípios contemplados pelo programa”, ressaltou Márcio Jardim.


As cidades beneficiadas pela ‘Caravana Mais Esporte e Lazer’ até agora são: São Luís, Paço do Lumiar, Axixá, Parnarama, Açailândia, São Francisco do Brejão, Bequimão, Cururupu, Bacuri, Arari, Alto Parnaíba, Imperatriz, Ribeirãozinho, Carutapera, Amapá do Maranhão, Barreirinhas, Buriticupu, Araioses, Magalhães de Almeida, Balsas, Riachão, Carolina, São Félix de Balsas, Benedito Leite, Pastos Bons, Colinas, Apicum-Açu, Serrano do Maranhão e Porto Rico.
Programação
A ‘Caravana Mais Esporte e Lazer’ é um programa democrático, pois promove atividades voltadas para pessoas de todas as idades. Para o público infantil, há apresentações de palhaços, contadores de histórias e brincadeiras coordenadas por recreadores, além de brinquedos infláveis, como a casinha de bolinhas e o escorregador. Também são realizadas atividades físicas e de lazer para a terceira idade.
Dentre as ações esportivas estão os jogos de futebol, basquete, handebol, futebol de salão, voleibol, jogos de mesa como dama e xadrez, tênis de mesa, pula-pula, além de aulas de zumba para todas as faixas etárias. Nas atividades culturais, há o Cine Esporte, com a exibição de vídeos e filmes sobre a temática esportiva. As sessões são realizadas ao ar livre, em praças e espaços públicos e são gratuitas, como toda a programação da Caravana.
Beneficiados
Para a recepcionista Maria Eduarda da Silva, 32 anos, a Caravana oferece entretenimento em bairros onde não há opção de lazer para as crianças. Moradora do Barreto, em São Luís, Maria Eduarda levou a filha de cinco anos e o irmão de 11 anos para brincar em uma das edições da Caravana, realizada no bairro. “É uma opção para a criança não passar o dia em casa sem fazer nada, ou pior, na rua, aprendendo o que não deve”, enfatizou.
A itinerância é uma das características do ‘Caravana Mais Esporte e Lazer’, que permite levar atividades esportivas para povoados isolados, como as comunidades quilombolas. “A vinda da Caravana foi como um divisor de águas para a comunidade. Primeiro, o Governo tira o nosso povo do isolamento com a vinda da estrada do Baú a Colinas, e agora nos presenteia com este grande evento que vai ficar marcado na história do Brejo de São Félix”, disse emocionada a líder quilombola de Parnarama, Kelly dos Santos, em uma das edições do programa em sua comunidade.

A Caravana também permite a geração de trabalho e renda, com o envolvimento dos moradores das áreas visitadas no monitoramento das atividades. “Nossas crianças se divertem e a gente pode receber dinheiro sendo monitor. É muito bom”, disse a balconista Antonildes Santana, 28 anos, moradora de Imperatriz, uma das cidades que já recebeu o programa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário