Banner

Banner

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Com medo de morrer, maratonista etíope, medalha de prata na Rio-2016, pede asilo ao Brasil



O maratonista etíope Feyisa Lilesa, medalha de prata na Olimpíada, pediu hoje à Polícia Federal asilo ao Brasil.
Lilesa justificou o pedido: tem medo de morrer se retornar à Etiópia, depois de ter feito ontem na reta de chegada o gesto de cruzar os braços e pôr as mãos acima da cabeça. Era um protesto.
A PF ainda não deu resposta. Motivo: na verdade, Lilesa quer refúgio nos EUA.
Fez o pedido na Superintendência da PF do Rio de Janeiro para ganhar tempo. O delegado que o atendeu explicou que ele ainda pode ficar de forma regular mais 70 dias no Brasil.

Lilesa decidiu, então, esperar a chegada de um amigo etíope, prevista para amanhã. Ele trará os documentos que servirão para que seja pedido refúgio, asilo ou visto permanente para o corredor no Consulado dos EUA no Rio. (O Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário