Banner

Banner

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Deputado faz balanço de alianças feitas pelo PCdoB em vários municípios do Maranhão



O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) comentou, na sessão desta terça-feira (02), a composição política que o PCdoB fez em Pinheiro e em diversas regiões do Maranhão. Ele explicou que é do conhecimento de  todos que o grupo Flávio Dino tinha um pré-candidato pelo PCdoB, Leonardo Sá, e também o pré-candidato Luciano Genésio do PP que se uniram em torno do projeto da oposição de alternância de poder na maior cidade da Baixada Maranhense.

“Todos os cenários comprovavam, principalmente, que a população queria dar um novo rumo, um novo caminho a Pinheiro. Por isso, sob a liderança do governador Flávio Dino, nós conversamos e chegamos a um entendimento. Esse acordo poderia ser em torno do pré-candidato Leonardo Sá, mas foi em torno do candidato Luciano Genésio. E nós, o PCdoB indicou o vice na chapa”, disse Othelino Neto.

O deputado deixou claro que, em nenhum momento, essa opção foi porque o pré-candidato do PCdoB não era viável. Segundo Othelino, o pré-candidato Luciano Genésio foi sempre tratado pelo grupo com muito respeito. “Ambos pleiteavam a mesma coisa, ser prefeito daquela cidade, mas o adversário é o atual prefeito Filuca Mendes. Até porque quem anda na cidade de Pinheiro vê o estado em que a cidade se encontra. E quem gosta dela quer com certeza a mudança. E nós constatamos isso nas pesquisas”, afirmou.

Mudança em Pinheiro - Baseado em monitoramentos, o deputado disse que dois terços da população de Pinheiro queria a mudança e o grupo tinha a compreensão de que, se não houvesse a união, o atual prefeito Filuca venceria a eleição. “Então a unidade é em função da política, numa articulação política dentro do nosso campo político, liderado pelo governador Flávio Dino, aliás muito bem avaliado na cidade de Pinheiro, como é muito bem avaliado o hospital de Pinheiro”, comentou.

Durante o pronunciamento, o deputado disse que quem conhece Pinheiro sabe que a cidade está muito maltratada e que o Hospital Geral, o primeiro inaugurado no governo Flávio Dino, foi uma conquista daquele povo da cidade e da Baixada Maranhense. Segundo ele, o grupo de oposição fez uma aliança que o outro lado não esperava.

“O prefeito tinha como certo que nós sairíamos separados e agora bateu um desespero, porque o grupo Sarney tinha Pinheiro como um dos últimos pontos de apoio da oligarquia que se acabou e que não consegue sequer saber para onde vai.  E a grande preocupação é porque nós estamos conseguindo nos alinhar, às vezes, em alguns municípios em torno do PCdoB, em outros em torno de um partido aliado. Coisa que o outro lado não consegue fazer, porque não tem sequer líder”, disse.

Grupo Sarney

Para Othelino, o grupo Sarney hoje só tem nome viável aqui e ali por obra e graça da desenvoltura do próprio candidato local, porque se dependesse das lideranças, não iria para lugar nenhum. O deputado disse que o comando do PCdoB está muito feliz com as alianças no Maranhão e que há candidatos do partido em vários municípios com boa desenvoltura, com campanhas volumosas, como por exemplo, o prefeito de Barra do Corda, candidato à reeleição, Erik Costa.

Othelino citou também o município de São Bento, onde o pré-candidato do PCdoB, Luisinho Barros, realizou uma grande convenção com uma multidão de vermelho. O deputado destacou ainda a pré-candidatura da deputada estadual Francisca Primo (PCdoB) com ampla liderança e que agora, com a aliança com o ex-prefeito Gildan, vai consolidando a vitória.

Segundo Othelino, pelo Maranhão todo, há grandes possibilidades de eleição de diversos candidatos do PCdoB e de partidos aliados ao grupo Flávio Dino, como o PDT. Ele citou como exemplo o prefeito Edivaldo Holanda Júnior que, em São Luís, caminha a passos largos para conquistar sua reeleição.

“Enfim, o nosso grupo político está organizado. Temos um comando, uma direção. Temos divergências naturais com os outros partidos, mas resolvemos internamente e certamente esse grupo político será vitorioso, porque ganharemos nas principais cidades. Finalizo citando as cidades de Timon e de Caxias, com nosso presidente Humberto Coutinho”, finalizou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário