Banner

Banner

domingo, 25 de setembro de 2016

Travessia já realizou quase 3 mil atendimentos e terá nova expansão ainda este ano


O motorista Aglailson Pascal recebeu treinamento para realizar o transporte de 
microcéfalos e dá apoio e suporte às mães e crianças em todo o trajeto (
Foto: Gilson Teixeira/Secap)
Em apenas sete meses de funcionamento, o serviço de transporte gratuito para cadeirantes e, mais recentemente, para crianças com microcefalia oferecido pelo Governo do Maranhão já realizou 2.968 atendimentos na região metropolitana de São Luís. A MOB, agência de mobilidade que coordena o projeto Travessia anunciou este mês importantes avanços como a expansão do serviço para Imperatriz e estudo para atendimento de outras modalidades de deficiência.
“Inicialmente nós começamos essa expansão para crianças com microcefalia, nós vamos agora, já creio que no próximo mês de outubro, estender isso aos deficientes visuais, totais ou parciais, sem necessidade de fazer adaptação nos nossos veículos. Estamos estudando isso também para outras deficiências, por exemplo os deficientes de locomoção que ainda não são usuários. No caso da expansão geográfica, já estamos iniciando licitação para Imperatriz e região”, informou o presidente da MOB, Artur Cabral.
A licitação para expansão do serviço em Imperatriz teve edital publicado este mês pela Comissão Central Permanente de Licitação (CCL) e prevê a contratação de empresa para prestação de serviços que vão atender também os municípios de João Lisboa, Senador La Roque e Davinopólis. Assim como o que já acontece em São Luís, a empresa escolhida deverá oferecer o transporte e o atendimento via central telefônica, através do qual serão marcadas as viagens.
Para o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dylson Bessa, a expansão é positiva e bem recebida pela comunidade. “É um bom projeto de apoio ao transporte público e que garante acesso, mobilidade às pessoas com deficiência. Em Imperatriz ele atende aos pedidos da comunidade e assume uma importância anda maior, tendo em vista que o transporte público no município ainda não tem uma rede ampla para circulação das pessoas”, declarou.
Dylson destacou ainda o atendimento prestado pelos profissionais que atendem aos beneficiários do serviço. “Todo mundo que utiliza esse transporte elogia muito os motoristas, as pessoas são bem tratadas e além disso, os veículos são bem adaptados, você consegue viajar com conforto, é seguro”, afirmou o presidente.
Travessia


Subsidiado pelo Governo do Estado, o serviço Travessia é parte das iniciativas que promovem a inclusão social e cidadania, além da gestão pública de serviços essenciais como a mobilidade.
O transporte de cadeirantes é realizado em veículos do tipo van, devidamente adaptados e climatizados com espaço para até seis pessoas por viagem – entre usuários e seus acompanhantes – além de lugar para bagagens.
No caso de atendimento à microcefalia, o serviço disponibiliza um veículo com cadeirinha específica para o transporte de crianças, de acordo com as normas de segurança do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O carro tem capacidade para levar até duas crianças e seus acompanhantes em cada viagem.

Maiores informações sobre como utilizá-lo podem ser buscadas por meio do site da MOB, www.mob.ma.gov.br, ou pelo telefone 3254-0347.

Nenhum comentário:

Postar um comentário