Banner

Banner

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Eleições para gestor escolar acontecem em 168 unidades de ensino do Estado



De hoje (30) até a próxima sexta-feira (02), está ocorrendo o processo seletivo democrático para gestão escolar em 168 escolas da Rede Pública Estadual, espalhadas em 18 Unidades Regionais de Educação (URE) do Estado. Este é o segundo ano de eleição para gestor de escola no Maranhão com a participação de professores, funcionários, alunos e pais. O processo foi regulamentado pelo Decreto Nº 30.619, de 02 de janeiro de 2015, do governador Flávio Dino.
De acordo com a professora Marilene Gaioso, gestora da Unidade Regional de Educação em Bacabal (URE Bacabal), este momento é de grande importância no tocante ao processo democrático dentro da escola.
“Um dos passos essenciais é escolher aqueles que estarão à frente da gestão escolar. Todos os que concorrem à vaga apresentaram propostas que ajudem a transformar os índices ruins em bons”, disse Gaioso. Ela observou também que, com o processo democrático da Gestão Escolar, proposto pelo governador do Estado, Flávio Dino, garante que a educação no Maranhão funcione com maior fluidez, com compartilhamento de ideias e aprimoramento no corpo de funcionários, favorecendo os alunos.
O processo visa assegurar a gestão democrática e participativa na escola pública estadual e está sendo realizado, neste ano, em escolas com Caixa Escolar ativo, onde não houve processo seletivo democrático no ano de 2015 por falta de candidatos inscritos, sem candidatos eleitos e onde há vacância. Não participam do processo escolas indígenas, quilombolas, unidades localizadas em áreas de assentamento, escolas militares, de tempo integral e de educação especial.
O processo de eleição dos novos gestores também propicia o empoderamento da comunidade atendida pela rede de ensino, uma vez que consegue ter uma voz para se expressar, manifestar o que concorda ou não, além de se sentir parte de um momento decisivo na escolha de pessoas que os representarão nas escolas. A eleição nestas 168 escolas envolve aproximadamente 165 mil participantes, entre alunos, professores e servidores da educação, pais e responsáveis.
Um bom exemplo desse empoderamento é dado por um avô de estudante, o senhor José do Carmo Barbosa. Para ele a eleição de gestores escolares é de suma importância para a convivência entre pais, professores e os estudantes. “É muito importante que nós pais participemos desse processo eleitoral, como também conhecer os professores e parte dos alunos que convivem com os nossos filhos”, salientou.
Quem também destacou a importância do processo eleitoral foi o professor de filosofia da C. E. Dorgival Pinheiro, Carlos Augusto Costa. Segundo ele, é uma alegria e satisfação pessoal e de grupo, participar deste momento. Carlos ainda elegeu dois motivos básicos para que este momento seja de extrema importância na história da educação pública do Maranhão. “O primeiro é que a democracia para a escolha das pessoas que nos representam é absolutamente fundamental. O segundo é participar deste processo nos faz refletir no fato de que se contribuímos logo também podemos colaborar, cobrar, ajudar e fazer parte de tudo aquilo que envolve a escola e o ensino público do estado”, falou.
Ele também destacou que os gestores eleitos são representantes não apenas dos alunos, mas também dos professores, tornando-se parceiros, fazendo da escola um lugar melhor.
Calendário
A consulta à comunidade escolar (eleições) acontece nesta quarta (30/11), quinta (01/12) e sexta (2/12). A posse dos novos gestores escolares está prevista para acontecer até 23 de dezembro.
Confira o dia de eleição em cada URE:
30/11/2016
Açailândia, Bacabal, Caxias, Imperatriz, Pedreiras e Zé Doca.

01/12/2016
Balsas, Barra do Corda, Chapadinha, Codó, Presidente Dutra, São João dos Patos, Santa Inês.


02/12/2016
Itapecuru Mirim, Pinheiro, São Luís, Viana e Timon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário