Banner

Banner

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Presos suspeitos por agredir universitária em assalto

O crime, segundo as investigações, aconteceu na calçada da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes).



Câmeras de segurança ajudaram a polícia a localizar os bandidos.
Procurados desde o dia 11 de novembro deste ano, quando uma adolescente foi agredida durante um assalto no Jardim Renascença, em São Luís, Francinaldo Lucas Pinheiro, de 20 anos, o “Filó”; e Silvestre Leal, 23, foram localizados na manhã de ontem (28). O crime, segundo as investigações, aconteceu na calçada da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) e repercutiu nas redes sociais.
Conforme explicado pela delegada Khaterine Silva Chaves Lima, do 9º Distrito Policial (DP), São Francisco, na data da ação criminosa, Silvestre, “Filó” e mais um comparsa teriam roubado um veículo Hilux, nas proximidades do Shopping São Luís, no Jaracati, por volta das 19h30; e, a bordo do carro, cometeram uma sequência de assaltos pela cidade. Em uma dessas ocorrências, atacaram a adolescente, perto do edifício Office Tower, por volta das 20h30.
Khaterine contou que, como é possível observar em imagens de câmeras instaladas no prédio da Sedes, dois suspeitos abordaram violentamente a vítima, que é estudante da Universidade Ceuma, sendo que um deles aplica vários pontapés e socos nela, que chegou a cair no chão,mas, continuou sendo agredida. As cenas mostram a garota sendo arrastada pela dupla, que inclui o Francinaldo e outro já identificado. Enquanto a universitária era atacada, disse a delegada, Silvestre Leal aguardava os cúmplices dentro da Hilux. Os dois que agrediam a vítima portavam uma pistola cada, e miravam a arma para a jovem, ameaçando apertar o gatilho, pois a adolescente resistiu à investida dos assaltantes, que puxavam sua bolsa com força. Por fim, eles conseguem levar a bolsa, que continha um livro – que a estudante do Ceuma alega ter comprado minutos antes -, um celular e documentos pessoais.
Após o caso, que gerou revolta na população por conta violência com a qual foi cometido, o 9ºDP começou a apurar a situação, identificando os dois suspeitos que atuaram diretamente na agressão à adolescente; o que aguardava na caminhonete e os dois fornecedores das armas de fogo. De acordo com a delegada Khaterine Chaves, Silvestre foi capturado em um lava a jato em que trabalha, na Ilhinha – região do São Francisco. Já Francinaldo foi localizado em sua residência, na Rua José Sarney, no mesmo bairro. Uma pistola calibre 765, da Taurus e numeração raspada, contendo uma munição intacta, foi apreendida pelos investigadores em uma casa que seria de um dos fornecedores das armas, que teria escapado do local pouco antes da incursão policial. Quanto ao veículo Hilux, disse o delegado Augusto Barros, titular da Seccional Oeste, já havia sido encontrado abandonado no São Francisco, tendo sido devolvido ao seu proprietário.

Barros frisou que os dois presos pelo distrito policial do São Francisco, que foram apresentados na Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), têm passagens criminais. “Filó”, por exemplo, fora capturado duas vezes por roubo, enquanto Silvestre Leal tinha antecedentes por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes. Ambos teriam se declarado membros da facção Bonde dos 40.

Nenhum comentário:

Postar um comentário