Banner

Banner

domingo, 25 de dezembro de 2016

O DESUMANO

JM Cunha Santos


Porque é Natal não vou ferir nem magoar
Não mais vou esconder uma parte da cidade
Não precisarei estar em dois lugares a um tempo só

Porque é Natal não vou pedir perdão
Não vou fechar as portas para os solitários
E não precisarei contar sobre o fazer do meu vizinho

Porque é Natal eu cobrirei teu corpo de aleluias
Eu alimentarei o garoto sem corpo nem alma
Eu distribuirei sonhos nas portas das igrejas

Porque é Natal vou colorir todos os seios
Vou amamentar sem qualquer dor todos os órfãos
E fazer crescer em todas as larguras minha gratidão

Porque é Natal vou saltar nuvens, saltimbanco das estrelas
Vestir de lâmpadas os corações das moças doiradas
e escreverei poemas no sal com as tintas frias do sol

Porque é Natal eu sentarei com Deus numa janela
Desafiarei com minha voz silente os ditadores
E tentarei ser dois como me exige esta paixão

Porque é Natal eu guardarei comigo restos de infinito
Removerei o ódio todo nos corações dos homens
Dançarei com a bailarina num trapézio de aventuras

Até alcançar com minhas mãos a alma solta de Jesus

Um comentário:

  1. Na música brasileira temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. O atual lixo cultural do Brasil petista.

    Em 2016:

    DILMA é um produto a ser consumido e comprado (mesmo que sem dinheiro). Um produto tal qual um "Danoninho©", produto esse industrial, com sedutoras fotografias de suculentos morangos externos (naturalmente que não física e materialmente internos!). Pegando na real o consumidor pela imagem mítica e não pela realidade interna.

    «Coração-Valente©» (até Lula sabe! Não sejamos bobos): tal qual a frase mítica do Danoninho© que "vale por um bifinho", também a pupila de Lula utiliza-se de um simulacro mítico que não reflete o "interior do pote"; a saber: a incapacidade dela de governabilidade, péssima articulação política (Maquiavel), horroroso projeto econômico de fiasco a pino, e ineficácia republicana, fraude. ¿O que adianta, então, afinal, o mito publicitário engana-trouxa de «Coração-Valente©»? Adianta nada!

    E, complexando um pouco [não precisava...; mas vai aí], que discursa assim: «(...) não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.». Esse é o ver-da-dei-ro Coração-Valente© dos anos 60... Ponto final.

    Eis aí a utilização de clichês publicitários míticos para pegar o eleitor pelas VÍSCERAS: acertados, mas, verdadeiramente, engana-trouxa... A minoria escapa da artimanha, da burla e da ilusão petista.

    Verdadeiramente, a VIGARICE & picaretagem é a POPULARIDADE DE MITOS como a MITOLOGIA do «Coração Valente©,»… Um produto a ser vendido e comprado pelo eleitor, devido apenas ao vazio do mito.

    E, também, por outro lado, o problema é a SUAVE & disfarçada truculência do PeTê… Repare:
    É evidente que o Petismo se utiliza de técnicas das mais brilhantes de publicidade; brilhantes, mas embusteiras.

    ¡Jamais 1 Danoninho© vale por um bifinho!

    P.S.:
    ¿Como identificar um petista? Simples! Pela escrita. É singelo e sem enfeites. Veja:

    Amam o FHC (de maneira enrustida), a toda hora estão a falar no velho...

    E, mais singelo, amam o PSDB à distância -- não chegam perto, a longos 13 anos, falam sem parar no partidinho com rigor acadêmico, análise e tudo... São loucos inconscientes para ter como 2ª mulher ou amante o PSDB... Amor enrustido.

    = FIM =

    ResponderExcluir