Banner

Banner

domingo, 18 de dezembro de 2016

Operação ‘Natal Seguro’ garante segurança para o comércio do Centro de São Luís



 “Há mais policiais na rua, era disso que a gente estava precisando”, disse o servidor público Gilson Arruda, ao encontrar equipe da Operação ‘Natal Seguro’ na Rua Grande, Centro de São Luís. Assim como Gilson, outros consumidores em visita às lojas do Centro para as compras de fim de ano contarão com a presença diária, das 6h às 22h, de 130 policias militares na região.
Iniciada no dia 15 de dezembro, a operação segue até o dia 1 de janeiro com o total de 300 policiais militares, para policiamento das principais áreas comerciais da Grande Ilha. Além do Centro, a operação contempla os bairros João Paulo, São Cristóvão, São Francisco, Vila Luizão, Anjo da Guarda, Cidade Operária, Maiobão e nas proximidades de grandes shoppings, localizados nas avenidas São Luís Rei de França, Daniel de La Touche e Carlos Cunha.
O efetivo designado para a segurança do Centro é formado por policiais militares do 8° e do 9° Batalhão da Polícia Militar, do Batalhão Tiradentes e da Companhia Independente de Turismo (CPTur). Dos 130 homens alocados para a área, 60 estarão atuando a pé, em ações de presença, observação e abordagens a transeuntes. Os demais circularão em motocicletas e viaturas, realizando patrulha na área.
Segundo o comandante da 4ª Companhia do 9° BPM, capitão Jorge Pacheco, a distribuição dos agentes obedece ao mapeamento de crimes ocorridos na região. “O policiamento está sendo distribuído de acordo com estatísticas de roubos e furtos que acontecem no Centro. Por isso, estamos privilegiando alguns pontos estratégicos como escolas, laboratórios, paradas de ônibus e ruas comerciais, como Rua Grande, Rua de Santana e Rua do Passeio. Desta forma, estamos coibindo batedores de carteira e saidinhas bancárias”, explicou.
Diálogo com lojistas
A estratégia da Operação ‘Natal Seguro’ no Centro também leva em consideração os horários mais perigosos para os lojistas, que são às 6h, ao abrir as lojas, e às 18h, no encerramento das vendas. “É quando os assaltantes se aproveitam para abordar o comércio”, falou capitão Pacheco. De acordo com o comandante, as operações foram traçadas após consulta das necessidades dos comerciantes, com quem a polícia mantém contato diário, através de grupo no aplicativo WhatsApp.
Capitão Pacheco informou, ainda, que há a possibilidade de estender a operação nos 10 primeiros dias de 2017, período em que os consumidores aproveitam as liquidações. “Tudo dependerá da demanda. Se o fluxo de pessoas for grande, manteremos o reforço no policiamento”, afirmou.
Aprovação da população
A ostensividade da Operação ‘Natal Seguro’ no Centro de São Luís foi percebida pela pop­ulação, que aprovou a iniciativa. “Esse policiamento é necessário, ainda mais no período natalino. Notei que os policias estão aqui constantemente, o que dá mais segurança para o lojista e também para a população”, falou o comerciante Wellington de Jesus.

“Agora, o cidadão fica mais tranquilo para fazer suas compras de Natal. Essa presença da polícia não só inibe como dificulta a ação dos assaltantes, que passam a pensar duas vezes antes de nos abordar”, disse o servidor público Gilson Arruda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário