Banner

Banner

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Reportagem da TV Mirante sobre paralisação de médicos é mentirosa e absurda, afirma Secretário da Saúde




O Secretário de Estado da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, reagiu com indignação e revolta à reportagem da TV Mirante, exibida no JMTV 2ª edição desta quinta-feira (29), sobre uma suposta crise nas UPAs, onde médicos reclamam da falta de material e atraso no pagamento de salários, o que teria levado à paralisação de atendimento em ao menos quatro unidades.
Na reportagem, um suposto médico reclama que os problemas persistem há dois anos, sem que a classe tenha sido atendida por gestores da saúde.
“Já vi muita reportagem tendenciosa, mas essa do JMTV 2ª edição se superou. Mentirosa e absurda”, reagiu Carlos Lula.
Segundo o gestor, os salários dos médicos estão pagos e não falta gaze ou mesmo água potável nas unidades de saúde. Para ele, a reportagem é ridícula.
“A suposta crise ou greve inexistiu e o atendimento foi regular durante o dia inteiro. Tentar fabricar crise onde ela não existe é estupidez”, disparou o secretário nas redes sociais.
Na verdade, o grupo de comunicação da oligarquia Sarney tem procurado criar factoides para tentar desestabilizar a gestão do governador Flávio Dino. Talvez por conta do corte de verbas publicitárias para o sistema.

Outra revolta é com o fato de investigações policiais terem descoberto uma verdadeira máfia que atuou na SES, ao longo do governo Roseana Sarney, sendo acusada de desviar aproximadamente R$ 1 bilhão destinado à implantação de hospitais e compra de equipamentos para as unidades de saúde.
O esquema da denominada “Máfia da Saúde” era comandado pelo ex-secretário Ricardo Murad, com aval da ex-governadora. Os dois são réus em uma das ações criminais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário