Banner

Banner

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Delegado geral Lawrence Melo apresenta dados de redução da criminalidade nos anos de 2015 e 2016 na grande São Luís

“Sempre tive em mente que no dia em que passássemos um mês sem latrocínios seria a maior vitória que nós poderíamos alcançar”, (Comandante da PMMA, Cel. Pereira)

Foto-Nilson-Figueiredo
Em reunião técnica com ampla participação da imprensa e com as presenças do comandante geral da PMMA, coronel Frederico Pereira e comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto, além de diversas autoridades do sistema de segurança, na manhã desta quarta-feira (04), o delegado geral de Polícia Civil, Lawrence Melo apresentou dados estatísticos comparativos da criminalidade em São Luís entre os anos de 2014 a 2016, na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP).
São números que demonstram, de forma concreta e prática os avanços da gestão do Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela e principalmente o trabalho que o Governador Flávio Dino vem realizando em todo o estado do Maranhão. São investimentos verificados tanto do ponto de vista material quanto do planejamento e integração das Policias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros e que hoje representam um ganho na qualidade de vida do cidadão maranhense.
Houve uma diminuição expressiva no tocante a homicídios, de 24% e Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), com redução de 25%.
No ano de 2016, o sistema conseguiu reduzir em 47% o número de latrocínios. São outros dados que foram expostos demonstrando o aumento da produtividade das Polícias Civil e Militar representado pela elevação do número de prisões em flagrante, em mais de 31%, e aumento no cumprimento de mandados de prisão, de cerca de 57%.
“Os dados mostram que com muito trabalho e o compromisso assumido pelo governador do Estado, Flávio Dino e o secretário de Segurança, Jefferson Portela, os resultados estão sendo apontados positivamente, apesar de alguns tentarem desvirtuar o trabalho das forças policias nos últimos dois anos. Posso afirmar que os números não mentem, pois são precisos na demonstração de que houve realmente uma significativa redução da criminalidade no estado do Maranhão, notadamente na região metropolitana de São Luís”, acrescentou Lawrence Melo.
No comparativo de dias sem latrocínios, no ano de 2014 foram 35 dias; em 2015, 57 dias. Em 2016, de 26 de setembro a 20 de dezembro não houve crime de latrocínio na grande São Luís, o que corresponde a 85 dias, sem esse tipo de crime.
Segundo o Comandante da PMMA, Cel. Pereira, o latrocínio é considerado por ele o crime mais hediondo; “Porque a pessoa perde a vida muitas das vezes por causa de um celular e isso é inaceitável”. O comandante atribuiu os resultados alcançados a Deus, “Pretendemos, em 2017, com a ajuda do grande arquiteto do universo que é o nosso Deus e da nossa tropa valente e também à parceria da Polícia Civil melhorar mais ainda esses índices”, enfatizou.
Disse ainda o coronel Pereira que está grandemente agradecido pelo elo forte com sua tropa; “Estamos fazendo nossa parte, nos desdobramos para conseguir baixar esses índices, foram muitas noites sem dormir. Nossos policiais são proativos, combatentes, cada qual fazendo sua parte com abordagens a milhares de pessoas, a motocicletas, carros, coletivos, estabelecimentos comerciais e o resultado está aí relacionado nos dados hoje mostrados na SSP”, orgulhou-se.
 Carnaval 2017
Lawrence Melo garantiu aos foliões ludovicences um aparato altamente qualificado de policiais para equilibrar a segurança pública de modo a permitir um excelente carnaval de 2017; “Esses números aqui demonstrados só aconteceram porque, além do trabalho realizado, ocorreu um planejamento concreto antes e, nesse contexto, já estamos com as operações do carnaval 2017 planejadas, o quantitativo de policiais que serão deslocados para o interior já está determinado. E as Polícias Civil e Militar vão cumprir mais uma vez seu papel institucional de garantir a segurança do cidadão”, enfatizou.

Por: Carolina Gomes – Ascom-SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário