Banner

Banner

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Balneabilidade: manda esse pessoal do Sarney tomar banho


Mas já tem gente dizendo que a única lavagem que interessa aos Sarney é a lavagem de dinheiro público, até pela intimidade com alguns presidiários que também odeiam água e sabão.

JM Cunha Santos


Já estão dizendo que tudo não passa de desculpas para ficar longe da água e do sabão. O fato é que, ao que tudo indica, o pessoal de Sarney não quer mais tomar banho. Nem nas praias de São Luís, hoje entre as mais limpas do Brasil, que o governo deles sujou e o governo Flávio Dino limpou.
Fato é que, segundo seus mais próximos convivas, produtos como sabonete, detergente e água sanitária estão provocando urticária tanto nos Sarney quanto em suas viúvas mais lamuriosas. Uma lavagem na água salgada, que poderia limpa-los de tantos pecados financeiros, nem pensar. E essa micose vem desde que investigações como a da Lava Jato passaram a expor a sujeira existente na política enquanto eles governaram o Maranhão.
Dá até para imaginar o ex-senador Sarney condenado à pena alternativa de lavar todos os caminhões da Transpetro, Roseana condenada a enxaguar os nobres salões do Hotel Luzeiros e Edson Lobão condenado a varrer a sujeira que sobrou da Refinaria Premium I no município de Bacabeira e adjacências.
A revista Exame, uma das mais sérias publicações a nível nacional, colocou São Luís entre as capitais com as praias mais limpas do país. E aí vem a Folha de São Paulo, onde Sarney escrevia até a bem pouco tempo, ancorada em dados do início de 2016, para dizer o contrário. É mais uma entre as dezenas de mentiras divulgadas pelos remanescentes da oligarquia que o povo mandou andar.
Mas já tem gente afirmando (quanta maldade!), que a única lavagem que interessa aos Sarney é a lavagem de dinheiro público, o que poderia ser constatado pelas intimidades com gente como Sérgio Machado, Alberto Youssef, Eike Batista, executivos delatores da Odebrecht e alguns outros presidiários que também odeiam água e sabão. Exatamente por isso, por ser uma lavagem em nada pessoalmente lucrativa, os Sarney nunca se interessaram em limpar as praias de São Luís.
De qualquer modo, quem os desmente são os banhistas, os turistas que testemunham o quanto o Maranhão – e não só nas praias - ficou mais limpo com os Sarney fora do poder.

Ora, vão tomar banho e lavar essa cara de pau que ninguém aguenta mais tanta mentira e tanta manipulação da notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário