Banner

Banner

quinta-feira, 30 de março de 2017

Capitania dos Portos investiga origem de embarcação no Maranhão

Embarcação misteriosa apareceu em uma praia do município de Cedral.
Marinha investiga de onde veio o barco e o que aconteceu com a tripulação.


A Capitania dos Portos do Maranhão continua investigando a origem de uma embarcação que está à deriva desde o último final de semana no litoral maranhense. A embarcação misteriosa apareceu em uma praia do município de Cedral, a 193 km de São Luís.
O barco de pesca tem aproximadamente 20 metros de comprimento e encalhou na praia considerada quase deserta. Segundo a pescadora Iranilva Rabelo diz que a embarcação foi saqueada pelos próprios moradores das proximidades da praia. “Tinha bastante coisa e o pessoal acabou levando tudo. Muita coisa de mantimento, congelador, motor 18, motor 10 eles foram levando”.
A Marinha investiga de onde veio o barco e o que aconteceu com a tripulação. Nas dependências da embarcação foram encontrados documentos de dois homens de origem oriental, mas há embalagens de produtos de várias partes do mundo como Serra Leoa, Senegal, Malásia. Também há anotações em folhas de caderno datadas de 2015.
O nome do barco “Baraka” e o prefixo escrito na parte de fora da cabine devem ajudar nas investigações. Mas, de acordo com o capitão da Capitania dos Portos do Maranhão, capitão André Trindade, por enquanto, não há qualquer registro do desaparecimento de um barco com as características da embarcação que está em Cedral.
“Nós entramos no sistema de registro de embarcação da Marinha e não há nenhuma embarcação com esse nome registrado. Ou seja, não há como saber o nome do proprietário no momento. Há num outro sistema que tem o registro das embarcações a nível mundial há uma embarcação com o mesmo nome, mas é com bandeira do Panamá e é um navio de pesca bem maior e pelas fotos que a gente viu no sistema não tem as características dessa embarcação”, revelou o capitão André Trindade.

(G1 MA)                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário