Banner

Banner

domingo, 12 de março de 2017

Empresa rompe patrocínio com Boa, após acerto com goleiro Bruno

Comunicado da Nutrends Nutrition foi feito na noite deste sábado (11) em uma rede social
Por GloboEsporte.com

Após o anúncio da contratação do goleiro Bruno, um patrocinador rompeu contrato com o Boa Esporte Clube. O anúncio da Nutrends Nutrition – empresa de suplementos nutricionais – foi feito em uma rede social na noite deste sábado (11). O contrato do clube com o jogador deve ser assinado somente nesta segunda-feira (13), quando o jogador chegar a Varginha (MG).
No comunicado, a empresa diz que a partir de uma 'reunião extraordinária, a Diretoria da Nutrends® Nutrition decidiu que, a partir de hoje, a empresa não é mais patrocinadora/apoiadora do Boa Esporte Clube'.


Depois da publicação informando o fim da parceria, vários seguidores da empresa parabenizaram a atitude tomada. Em resposta a alguns comentários, a empresa diz que 'só para esclarecer, não nos pronunciamos antes porque recebemos a notícia no fim da tarde de sexta-feira. A direção não estava reunida e não tínhamos como publicar algo'.
Depois deste anúncio, o GloboEsporte.com tentou contato com algum representante do Boa Esporte Clube, mas até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido encontrado para falar sobre o caso.
Apresentação
Após a confirmação da contratação, o Boa Esporte informou que o jogador deve ser apresentado oficialmente nesta terça-feira (14).
Ainda segundo o clube, Bruno deve realizar exames cardiológicos em uma clínica local e depois testes físicos no IF Sul de Minas, em Muzambinho (MG), ainda na segunda-feira. Segundo a diretoria do Boa Esporte, o objetivo é que ele já inicie os treinamentos com o restante da equipe e volte a jogar entre 45 e 60 dias. 
O advogado do goleiro disse que ele recebeu propostas de várias equipes do país, mas que optou pelo clube de Varginha por lealdade.
Repercussão
O anúncio da contratação do goleiro Bruno Fernandes pelo Boa Esporte, na última sexta-feira, mudou a rotina dos moradores de Varginha (MG), no Sul de Minas Gerais. Na saída do restaurante onde almoçou com a noiva, Bruno foi assediado e posou para fotos com fãs. Enquanto o atleta se reunia com a diretoria em um hotel, moradores se aglomeraram em frente ao local para conseguir ver o goleiro, mas se dividiram em relação à contratação.
No entanto, nas redes sociais, a reação foi outra. Uma petição foi criada contra a contratação do jogador pelo Boa Esporte. E nas páginas oficiais do clube em redes sociais, os usuários comentaram em peso as últimas publicações - a maioria em tom crítico. 
Condenação e saída após 6 anos da prisão
Em 2013, Bruno foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, sua ex-namorada, e também pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. No dia 24 de fevereiro deste ano, Bruno deixou a APAC de Santa Luzia (MG) por decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Superior Tribunal Federal (STF).
No dia em que o goleiro foi solto, o Boa Esporte negou que tinha interesse na contratação do jogador. Segundo informações divulgadas pelo Jornal Hoje em Dia, o advogado do jogador, Lúcio Adolfo, teria sido informado por um intermediário que o clube estaria interessado no jogador. 
Em fevereiro de 2013, a diretoria do Boa Esporte divulgou uma carta informando o interesse do clube em contratar o goleiro. Na época, o documento deixava claro a intenção do clube de esperar pelo jogador, que seria julgado naquele ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário