Banner

Banner

terça-feira, 30 de maio de 2017

Deputado Eduardo Braide vai à feira do Anjo da Guarda e engana a população

JM Cunha Santos


É a mesma velha política de quando parlamentares autores de meros requerimentos saíam às ruas pedindo votos como se fossem responsáveis por obras que anteriormente já estavam garantidas ou tinham sido realizadas pelas prefeituras. O deputado Eduardo Braide ressuscitou esse engodo no Anjo da Guarda. Disse lá que destinou emenda de R$ 400 mil e autorizou a reforma da feira do bairro. Começa que destinar emenda não significa o imediato aporte de recursos, há toda uma tramitação até que o dinheiro seja liberado, ou seja a emenda ainda nem sequer foi aprovada. Além do mais não está entre as funções de um deputado autorizar a execução de obras. Essa é uma prerrogativa do Poder Executivo, no caso, a Prefeitura Municipal de São Luís.
Sabendo o deputado Eduardo Braide que uma parceria entre a Prefeitura de São Luís e a Vale já garantiu R$ 5 milhões para reforma da feira, se utiliza desse artifício para posar depois de autor da obra.

Braide, que não conseguiu se eleger prefeito na última eleição nem vai conseguir se eleger na próxima, não se conforma e, ao lado de outros candidatos derrotados por Edivaldo Holanda Júnior, insiste em patrocinar ataques nas redes sociais contra o prefeito de São Luís. Tudo bem, isso faz parte da política. Mas querer enrolar a população do Itaqui-Bacanga, um conglomerado urbano quase do tamanho da cidade de Imperatriz, esperando ganhar votos que nunca teve e afirmando que autorizou a execução de obras, é uma política desonesta e que só depõe contra a atividade parlamentar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário