Banner

Banner

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Polícia Civil prende quadrilha especializada em roubo a residências na capital



Na manhã desta quinta-feira (01), a Polícia Civil por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), apresentou em coletiva a imprensa, resultados de uma operação desencadeada para combater assaltos a residências na Capital. As averiguações resultaram nas prisões de Kilmer Dutra Serra (30); Cristhian Gomes (18); Lourisnaldo Carvalho Barroso (24); Leandro Almeida dos Santos (22); Denis da Silva Moreira (22) e na apreensão de um menor infrator de 15 anos.
Segundo o delegado Marconi Caldas a quadrilha já vinha sendo monitorada há algum tempo. Depois de receber denúncias, uma equipe montou campana durante toda a madrugada e conseguiram aborda-los por volta das 5:30, logo na entrada do bairro Maracanã. O grupo estava em um veículo GM Corsa Sedan, cor preta e escondidos dentro dele foi encontrado duas pistolas calibre .380 e dois revolveres calibre 38, um destes com a numeração raspada, além de uma quantidade de maconha prensada
Para o delegado Tiago Dantas a retirada do grupo do meio da sociedade é mais uma ação positiva da DRF na Capital; “A equipe vem trabalhando forte na repressão desse tipo de crime”, acrescentou.
O grupo já detém diversas passagens pela polícia sendo de altíssima periculosidade e, agem de forma muito agressiva durante o roubo. Vale ressaltar que praticavam também crimes como saidinhas bancárias e roubos a estabelecimentos comerciais.
Durante coletiva o superintendente da Capital, Armando Pacheco expôs a ficha criminal dos autuados, que vão desde o tráfico de drogas, roubos, porte ilegal de arma de fogo até o homicídio, o último acometido pelo adolescente e que o procedimento está instaurado na delegacia do Adolescente Infrator (DAI).
Para Armando Pacheco desde a criação do Núcleo de Repressão a Roubo a Residência, que foi criado em março do ano de 2016, houve uma dinâmica e a efetividade no combate a essa modalidade de crime na região metropolitana; “Haviam fatos de mais de 120 ocorrências registradas por mês e foi alcançado a redução dessas delinquências depois da instalação do núcleo em cerca de 30 por mês, somente no ano passado. E, esse dado vem se mantendo, o que demonstra de fato o combate efetivo pela Polícia Judiciária do Maranhão em especial os trabalhos desenvolvidos pela DRF”, pontuou.
Os maiores de idade foram autuados pelos crimes de associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas e corrupção de menores, todos estão sendo encaminhados ao Complexo de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da justiça.

Carolina Gomes – ASCOM/SSP                                                          

Foto: Nilson Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário