Cidadão Limpeza

Cidadão Limpeza

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Para esperar os Sarney, prisões do Maranhão vão ter ar condicionado, playground, TVs Led, micro-ondas e Jardim de Inverno

JM Cunha Santos


José Sarney – Acusado na Lava Jato de receber 18 milhões em propina, dinheiro público com origem na Transpetro, uma transportadora da Petrobrás,
Fernando Sarney – Acusado de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, associação criminosa etc etc e etc.
Roseana Sarney – Deu início à fase política da Operação Lava Jato. Foi acusada, junto com outros membros de seu governo, de receber R$ 3 milhões em propina da UTC Constran, diretamente das mãos do doleiro Alberto Youssef.
Adriano Sarney – Respondeu na Justiça por crime similar à agiotagem. É acusado de comandar um esquema de empréstimos consignados que lesava funcionários do Senado quando o vovô era presidente da Câmara Alta do país.
Ricardo Murad – O Ministério Público Federal o acusa de desviar R$ 1 bilhão da Secretaria da Saúde. Alguns de seus comparsas foram presos; ele foi gentilmente conduzido para prestar depoimento na Polícia Federal.
Roseana Sarney – Junto com o ex-secretário da Fazenda, Cláudio Trinchão, é também acusada de desviar R$ 1 bilhão dos tributos pagos pelos maranhenses no rumoroso episódio que ficou conhecido como Máfia da SEFAZ.
Andrea Murad – Sobre a deputada pesa a acusação de fazer campanha eleitoral utilizando aeronaves da Secretaria da Saúde, cujo aluguel era pago com dinheiro público para transportar doentes em estado grave.
Advertidos por seus advogados de que dificilmente ficarão impunes para sempre, podendo qualquer um ou todos eles ser condenados a qualquer hora, dizem que os Sarney têm em vista um projeto de lei que torna especiais as prisões do Maranhão, de acordo com status social dos detentos.
Serão cadeias ao estilo do presídio de Bastoy, uma pequena ilha de Oslo, a 75 km da capital da Noruega. Celas unitárias com ar condicionado, sem trancas, banheiro privativo, playground para prevenir visitas de netos e bisnetos, TVs Led de 80 polegadas, micro-ondas e Jardim de Inverno.
Os detentos vão poder ir à praia, passear de bicicleta, praticar tênis e equitação. E dizem que Roseana Sarney quer acrescentar ao projeto um Salão de Beleza e José Sarney uma Biblioteca onde pensa concluir a trilogia “O dono do Maranhão”. O presídio de Bastoy tem um dos menores índices de reincidência do mundo, o que certamente não acontecerá com nossos suspeitos porque o problema deles é patológico.  

Assim, quem leu o artigo de José Sarney do último domingo pode entender porque tão de repente ele passou a reclamar os gaiolões construídos no Estado pelo ex-secretário de Segurança Aluysio Mendes e por sua filha Roseana Sarney. É medo de ir parar lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário