Banner

Banner

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Polícia Civil e auditorias investigam suspeita de sabotagem na adutora do Italuís

JM Cunha Santos


A festa que não para nas hostes sarneisistas desde o providencial (para eles) rompimento na adutora do Italuís pode acabar numa ressaca monumental. É que à medida que o bombeamento d’água para São Luís vai se normalizando, ganham corpo as investigações em torno do incidente e declarações cada vez mais contundentes afastam a tese de uma mera falha técnica circunstancial. A gerente da Memps Engenharia, Kellen Kalli, por exemplo, afirma que a peça danificada tinha certificado e a parte da solda está intacta. E acrescenta: “somente uma perícia pode mostrar o que ocorreu”.
Por outro lado, a Caema decidiu contratar uma empresa para fazer uma auditoria técnica externa sobre o problema na conexão do novo Sistema Italuís. Outra auditoria está sendo operada pelas empresas responsáveis pela obra e também a Polícia Civil está investigando o misterioso rompimento ocorrido às vésperas da inauguração.

E como eu não acredito em Papai Noel e ainda lembro de muitas sabotagens, acho que esse pode ser um Natal de muitas surpresas deveras surpreendentes para o Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário