Banner

Banner

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Deputado Eduardo Braide diz que SMTT instalou “indústria de multas” em São Luís



O deputado Eduardo Braide (PMN) declarou, na manhã desta quarta-feira (21), que a “indústria de multas” implantada pela SMTT está provocando revolta e indignação em São Luís.
Braide frisou que tem sido procurado em seu gabinete por diversas pessoas que estão sendo penalizadas por inúmeras infrações indevidas aplicadas pelo sistema de fiscalização do trânsito na capital maranhense.
“Quem está precisando de fiscalização é a Prefeitura de São Luís e é por isso que irei ao Ministério Público. Ingressarei com uma representação para que o Ministério Público possa abrir um procedimento para investigar e quem sabe até requisitar uma auditoria no sistema de cobrança de multas da capital. Nós não podemos deixar acontecer, à boa vontade do gestor de São Luís, essa indústria de multas que vem acontecendo aqui”, afirmou o deputado, na tribuna da Assembleia Legislativa.
Eduardo Braide frisou que irá ao Ministério Público solicitar providências contra multas abusivas. “Pediremos também a anulação de todas as multas que foram aplicadas indevidamente e que receberam as infrações sem nenhuma justificativa. Precisamos saber o que está acontecendo com o sistema de cobrança de fiscalização de São Luís”, assinalou o deputado.
Ele acrescentou que, de forma lamentável, condutores de veículos estão sendo penalizados por essa cobrança desenfreada: “Há essa vontade desenfreada da Prefeitura de arrecadar, que, diga-se de passagem, deveria estar preocupada era em começar a tapar os buracos da cidade, que com as primeiras chuvas de um lado é alagamento, de outro é buraco de tudo para quanto é lado. Quer dizer que a Prefeitura só se preocupa em cobrar multa, em arrecadar? E o dinheiro da arrecadação, não se usa?”, questionou.
Ao encerrar seu pronunciamento, o deputado Eduardo Braide criticou duramente o prefeito Edivaldo Holanda Júnior: “Acho inadmissível essa postura do prefeito de São Luís, que é omisso, que não se sabe nem por onde  está. Só vive viajando e  não para  na cidade. Que  ele comece a  olhar  os problemas  da  cidade. Que  honre aquele  cargo  que  lhe foi dado e que  determine  uma  imediata paralisação nessa  indústria  de  multas,  de  cobrança indevida  que vem  sendo feita  em São Luís. Se  ele  não fizer,  não tem problema. O Ministério Público  fará  a  partir  da  representação que  nós ingressaremos  na tarde  de  hoje”, ressaltou Braide.

Nenhum comentário:

Postar um comentário