Banner

Banner

domingo, 8 de abril de 2018

Artigo de Flávio Dino: Maranhão no lugar que merece




Fiquei muito feliz esta semana ao proferir palestra sobre gestão pública em uma das principais universidades do mundo, a de Harvard, dos Estados Unidos. Essa é mais uma prova de que, cada vez mais, o nosso estado vem sendo reconhecido pelo processo que faz de superação de um passado de 50 anos de coronelismo, com o advento de programas vitoriosos como o Escola Digna.
No mês passado, recebemos em São Luís alguns dos principais executivos da China, interessados em novos investimentos em nosso estado. No começo de 2018, o Governo do Maranhão foi reconhecido pelo portal de notícias G1 como o mais eficiente do Brasil (clique aqui). São reconhecimentos nacionais e internacionais de que estamos no caminho certo.
Estive na Universidade de Harvard para falar, a convite dos organizadores da “Brazil Conference”, sobre nossas ações para transformar o Maranhão (clique aqui). Expliquei lá que, para governar o Maranhão com foco em transformação de vidas, estamos valorizando o serviço público como fator decisivo para o desenvolvimento. Isso é especialmente importante nesses tempos em que, com propósitos escusos, há quem defenda que a corrupção e a ineficiência são atributos inerentes à esfera estatal. Para estes ideólogos, bastaria prender dois ou três políticos e privatizar o patrimônio público que tudo estaria perfeito.
O que sustentei na minha palestra é que o serviço público pode ser probo, transparente e eficiente, e que ter essa conquista é fundamental, pois o mercado não pode fazer tudo sozinho. Usei como exemplos vitórias que obtivemos no Maranhão, tais como: redução do tempo de espera de navios no Porto do Itaqui, ampliando a sua competitividade; retirada de São Luís da lista das 50 cidades mais violentas do mundo; expansão de serviços do VIVA/Procon; diminuição do tempo para abertura de novas empresas, incentivando o empreendedorismo.
Outro ponto que fiz questão de sublinhar: é imprescindível valorizar as boas práticas no serviço público e não ficar apenas atacando políticos e agentes públicos, pois os talentos nessas áreas precisam ser estimulados moral e economicamente. Cito como exemplo o fato de termos, no nosso mandato, efetuado número inédito de promoções e progressões em setores como a Polícia e a Educação, beneficiando diretamente cerca de 30.000 servidores públicos, visando estimula-los a melhores resultados.
Com tudo que vi e ouvi em Harvard, tenho certeza de que, quando o Brasil retomar o caminho do crescimento, estaremos muito mais aptos a gerar riquezas para todos e colocar o Maranhão no lugar que merece. Sem retrocessos, caminhando juntos na direção certa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário