Banner

Banner

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Sarneys, chefões do contrabando, Rede Globo e Sistema Mirante se juntam para manchar a PMMA no Brasil

Jefferson Portela: “Aos canalhas de todos os naipes, a Polícia do Maranhão não se intimidará”.

JM Cunha Santos

Inimigos gratuitos da Polícia Militar do Maranhão desde sempre
Talvez porque a Polícia Militar do Maranhão seja, hoje, a corporação nacional que, aliada à Polícia Civil e aos serviços de inteligência, mais reduziu índices de criminalidade no país; talvez porque essa corporação tenha praticamente sufocado o crime organizado e organizações criminosas de todos os gêneros no Estado; talvez porque tenham a PM e Polícia Civil congelado a pistolagem, assaltos a bancos e a agiotagem que proliferaram no governo Roseana Sarney e, principalmente, porque integra-se a PM às ações da Secretaria Estadual de Combate à Corrupção tão generalizada em todos os governos da extinta era Sarney. Por tudo isso, insistem eles em desmoralizar, por via de farsas e mentiras, a Polícia Militar desse Estado.
A aliança suja que sempre juntou o Sistema Mirante e a Rede Globo se repetiu agora, através de matéria do repórter Alex Barbosa, vilmente editada para ganhar foros de verdade. E a matéria prima são um memorando forjado e as invencionices de contrabandistas alucinados. Mas disse o secretário de segurança Jefferson Portela: “Aos canalhas de todos os naipes, a Polícia do Maranhão não se intimidará”.
O desprezo dos Sarney pela polícia do estado não é, no entanto, nenhuma novidade. É a mesma polícia contra a qual Roseana Sarney pagou salários miseráveis, a mesma contra a qual engavetou todas as promoções e formas de ascensão, a mesma contra a qual chamou a Força Nacional e o Exército durante duas justíssimas greves, a mesma que, conforme denúncias da época, sufocou, deixando faltar até gasolina nas viaturas.
E se, nas palavras do secretário Jefferson Portela, a polícia do Maranhão não se intimidará, o governador Flávio Dino despejou sobre eles sua fé cristã: “Tenho muita fé em Deus e por isso não tenho medo desses demônios”.
Pois é inaceitável que, tutelados pela politicalha mais rasteira, políticos sem nenhum escrúpulo invistam de forma tão sórdida contra as forças de segurança de seu próprio estado. De uma segurança que, inevitavelmente, está dando certo.
Mas essa conta de desmoralização nacional o povo maranhense certamente vai cobrar na eleição que neste ano os condenará ao exílio político para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário