Banner

Banner

domingo, 10 de junho de 2018

A caminho do Gólgota

JM Cunha Santos



Eu completo meu corpo estragado com engasgos de liberdade
Eu completo meu futuro com as injustiças de um passado
Eu completo meus desejos insanos com mais vontades reprimidas
E completo meus poros com baldes de suor derramados na madrugada

Eu completo meu caminho com os passos de pernas sem destino
Eu completo minhas mãos com distâncias que não agarro
Eu completo meus olhos vesgos com as roupas das moças nuas
E completo meu alívio comemorando em paz a dor alheia

Eu completo meu cérebro com a ignorância sobre Deus e o Universo
Eu completo minha raiva com ternuras abandonadas nas ruas
Eu completo minha inveja com tudo o que os outros não têm
E completo minha tristeza chorando sempre com as lágrimas alheias

Eu completo meu orgulho com a humildade dos cristos que passam
Eu completo meu egoísmo com as esmolas de amor que não me dão
Eu completo minha saudade atirando lembranças pela janela
E completo minha solidão com o nada indizível à minha volta

Eu completo meu martírio carregando a cruz que um dia me tomaram
Eu completo meu perdão forçando-me a perdoar os que não me perdoaram
Eu completo meu amor amando ao tudo que se move e não me ama
E completo minha fé resistindo ao direito de ser ainda mais eterno

Nenhum comentário:

Postar um comentário