Banner

Banner

domingo, 8 de julho de 2018

O Sampaio Correia é campeão de futebol do Nordeste e o Maranhão é campeão de crescimento econômico do Brasil

JM Cunha Santos



Em síntese, a própria vida é como um campeonato de futebol: uma eterna disputa pelos primeiros lugares. Parabéns ao Sampaio Correia que ergueu a taça de campeão do Nordeste, quase ao mesmo tempo em que, infelizmente, a seleção brasileira caia nas quartas de final da Copa da Rússia. Parabéns ao Estado do Maranhão, cujo Produto Interno Bruto cresceu quase 10 vezes o tanto que cresceu o PIB do Brasil.
O Sampaio Correia ganhou o campeonato vencendo times da primeira divisão (Série A, como dizem hoje) e o Maranhão ganhou o campeonato de desenvolvimento econômico deixando para trás grandes estados e estados ricos como Rio de Janeiro e São Paulo.
Pois é. Enquanto os craques do Sampaio Correia vasavam as defesas adversárias com gols de placa, os craques do governo do Maranhão já haviam emplacado um crescimento de 9.7 % no Produto Interno Bruto do Estado, conforme relatório Itau-Unibanco divulgado pelo jornal Folha de São Paulo. Quase 10 vezes o crescimento do PIB nacional, que ficou em 1 % e quase 10 vezes o do Nordeste, que ficou em 1,7 %.
Para nosso orgulho, enquanto o Sampaio Correia mostra que tem cacife para disputar qualquer campeonato nacional, neste ano de 2018, inclusive no Grupo A, a equipe do Governo Flávio Dino festeja as projeções de outras instituições financeiras, como a do Banco Santander, segundo as quais o Maranhão vai liderar o crescimento entre os Estados também em 2018. A previsão de crescimento do Brasil, neste ano é de 2,5 % e a do Maranhão vai bem mais longe, atingindo quase 5 %.
É, sarneyzada, recolha-se à sua insignificância administrativa. Em 50 anos vocês não fizeram nada que mereça algum destaque. Mas no primeiro trimestre deste ano apenas 4 estados do Nordeste tiveram alta na geração de empregos, entre eles o Maranhão. Cinco tiveram queda. Na observação destes dados, o governador Flávio Dino declarou: “O Maranhão já se destacava em investimentos na segurança pública, em obras, na redução da criminalidade, no pagamento do maior salário aos professores e, agora, se destaca no crescimento da economia”.
E vamos mais longe: o governo do Maranhão é, provavelmente, o que mais construiu e reformou escolas em apenas 3 anos (mais de 700 escolas dignas), além dos IEMAs, UEMA Sul e investimentos nas universidades estaduais. Fez, também, grandes investimentos na saúde pública, inclusive com a construção de hospitais regionais, além de ter melhorado muito o até então reduzido Índice de Desenvolvimento Humano do Maranhão.
Só podemos desejar que os craques do Sampaio Correia continuem vazando as defesas adversárias neste ano e que os craques do governo do Estado continuem driblando a crise econômica brasileira e conquistando mais vitórias para o Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário