Banner

Banner

sábado, 27 de janeiro de 2018

Acusado da morte de líder comunitário da Vila Funil é condenado



Nesta sexta-feira (26), foi condenado pelos jurados do 2º Tribunal do Júri de São Luís Pablo dos Santos, conhecido como “Júnior”. Ele é acusado de assassinar o líder comunitário da Vila Funil, Almir Silva dos Santos, em julho de 2016. O jovem de 21 anos deve cumprir pena de 19 anos e três meses de reclusão.
O acusado, que já estava preso preventivamente no Presídio São Luís V, cumprirá a pena em regime fechado. Ele responde a outros processos criminais. A motivação para o homicídio seria porque Almir havia conseguido a construção de uma ponte no bairro, o que facilitaria o acesso da polícia a uma área onde ocorria tráfico de drogas.
Durante o julgamento, apenas uma testemunha aceitou depor e a família do réu não esteve presente.
Relembre o caso
O líder comunitário foi morto na noite de 8 de julho de 2016. Pablo, junto a um adolescente e outro homem, chegaram na casa da vítima, que foi alvejada com sete tiros, na frente da esposa e da filha. Após assassinar o líder comunitário, o grupo fugiu do local.

No dia seguinte, dois suspeitos foram identificados. Além de Pablo, foi descoberto que o outro suspeito era conhecido como Dieguinho.

(MA10)

Nenhum comentário:

Postar um comentário