Banner

Banner

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Prisão de agiotas: o Imperador se entrega a polícia



Declarado foragido da Justiça depois de a Polícia Civil cumprir mandado de prisão contra a ex-prefeita Arlene Barros, de Dom Pedro, o filho dela, empresário Eduardo Barros, o DP, ou Imperador, entregou-se à polícia na tarde de hoje (1°).
Ele se apresentou na sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), onde já presta depoimentos. DP ficará preso temporariamente, por cinco dias.
Eduardo “Imperador” e a mãe são acusados de envolvimento na prática de agiotagem e de licitações fraudulentas, que culminaram, segundo as investigações, no desvio de mais de R$ 5 milhões dos cofres públicos.
A polícia também aponta o envolvimento de Alfredo Falcão, filho de Arlene, Rodrigo Manso, sobrinho da ex-gestora, e João Cavalcante Neto, funcionário utilizado como laranja no esquema de corrupção. Os três acusados já receberam mandado de condução coercitiva.

Por Gilberto Léda

Um comentário:

  1. Olha isso foi só em D.Pedro. imagine no resto no Maranhão?!! se for fazer um pente fino vai achar mais Prefeituras em negócios fraudulentos. prefeitos que ficaram ricos do dia pra noite, compraram terras e gados ou investiram em imóveis na capital e por ai vai.... o estado junto com o Ministério público Maranhese deveriam fazer esse tipo varreduras nestas prefeituras dos interiores do estado.

    ResponderExcluir