quinta-feira, 29 de julho de 2021

Maranhão é destaque nacional na criação de auxílios emergenciais durante a pandemia, diz estudo


Foto: Karlos Geromy

O Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE), divulgou na última terça-feira (27), a 7ª edição do Boletim Social do Maranhão com o título: “Auxílios Emergenciais, desigualdade de renda e pobreza durante a pandemia”. Entre uma série de informações sobre o impacto dos programas de transferência de renda e os valores dos auxílios, o estudo apresenta um panorama dos auxílios emergenciais pagos no Maranhão, com recursos do tesouro estadual.

Com base no número de auxílios estaduais concedidos pelo Governo do Maranhão até junho de 2021, o Imesc elaborou uma linha do tempo que mostra a ‘evolução’ das concessões de repasses que garantiram socorro financeiro a variados segmentos e categorias trabalhistas ao longo do ano. 

De acordo com o levantamento, dos 23 estados brasileiros que disponibilizaram dados sobre edições de auxílios emergenciais estaduais em seus canais oficiais de informação, o Maranhão é o único ente federativo que concedeu ao menos 10 modalidades de auxílios. Nem mesmo o estado de São Paulo, que possui o maior Produto Interno Bruto (PIB) do país, executou o mesmo número de auxílios implementados no Maranhão – foram apenas sete em São Paulo.

“Desde março de 2021, o Governo do Maranhão já lançou dez modalidades de auxílios, além de diversas outras ações voltadas às pessoas mais afetadas pela pandemia. Com isso, o Maranhão teve destaque nacional como exemplo de enfrentamento à pandemia”, aponta o boletim do Imesc.

Com benefícios pagos em parcelas que variavam de R$ 60,00 até R$ 1.000,00, os auxílios emergenciais aplicados pelo Maranhão atenderam a profissionais de bares e restaurantes, artistas, catadores de material reciclável, guias de turismo, empresas de transporte turístico, trabalhadores do segmento de eventos, agências de viagens, além de taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativo.

O Boletim Social também elenca iniciativas sociais como o Vale-Gás, que durante o surto epidemiológico beneficiou pessoas em situação de maior vulnerabilidade social, e o Auxílio Cuidar, destinado aos menores de idade domiciliados no Maranhão, que perderam o pai e a mãe (orfandade bilateral) durante o período pandêmico.

Confira abaixo, por categoria, como o Maranhão foi aplicando auxílios emergenciais ao longo de 2021:

Catadores de Material Reciclável: no dia 1º de março foi instituído benefício financeiro de R$ 400,00 para catadores de material reciclável associados e/ou cooperados.  O valor total estimado do investimento é de R$ 3,2 milhões.  

Bares e Restaurantes: lançado no dia 12 de março de 2021, o benefício já foi concedido para 1.461 empresas do ramo que atuam em São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar. O crédito é pago em parcela única no valor de R$ 1.000,00 para cada empresa. Já foram repassados R$ 1,4 milhões dos R$ 5,5 milhões destinados à ação. 

Artistas da Grande Ilha: em 14 de março deste ano foi criado auxílio para socorrer financeiramente trabalhadores e trabalhadoras do setor cultural residentes nos quatro municípios da Grande Ilha. O valor de benefício foi de R$ 600,00, pago em parcela única aos artistas beneficiados.   

Guias de Turismo: passou a valer no dia 30 de março benefício pago em cota única no valor de R$ 600,00 para guias de turismo que atuam no Maranhão. 

Transporte Turístico: também no dia 30 de março, empresas ativas localizadas no Maranhão, cuja atividade possuía Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE) voltada ao transporte coletivo de fretamento e turismo de passageiros, puderam receber auxílio em cota única no valor de R$ 1.000,00.  

Setor de eventos: a partir do dia 1º de abril de 2021, trabalhadores do segmento de eventos, como garçons, DJs e fotógrafos, começaram a solicitar benefício emergencial pago em cota única no valor de R$ 600,00. 

Auxílio Combustível: um dia depois, 2 de abril, taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativo foram beneficiados com auxílios que variavam entre R$ 60,00 e R$ 300,00, de acordo com a área de atuação e atividade profissional. 

Agências de Viagens: no dia 12 de abril, agências que apresentaram Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de agências de viagens, classificadas como Microempreendedor Individual, com inscrição ativa no Cadastur (sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo), foram beneficiadas com auxílios pagos em cota única no valor de R$ 1.000,00. 

Vale-Gás: instituído no dia 6 de abril de 2021, o programa destinou três Vale-Gás para 115 mil pessoas inscritas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), com renda per capita igual a R$ 0,00.

Auxílio Cuidar: em 25 de junho deste ano, o governador Flávio Dino autorizou beneficio no valor de R$ 500,00 mensais para crianças e adolescentes que se tornaram órfãs bilaterais (perda do pai e da mãe) durante a pandemia. O auxílio será pago até que o beneficiário atinja a maioridade. 

Conheça outras ações adotadas no Maranhão para combater os impactos econômicos da pandemia:
Programa Cheque Minha Casa
Programa Mutirão Rua Digna
Sorteio de cartões de R$ 600,00 pelo Programa Minha Casa Melhor
Compra de alimentos da Agricultura Familiar para distribuição de cestas básicas pelo Programa Comida na Mesa
Jantares a R$ 1,00 nos restaurantes populares do estado
Distribuição de kits de higiene no estado
Distribuição de cestas básicas
Entrega de kits de negócios e capacitação pelo Programa Mais Renda
Entrega de equipamentos para produtores pelo Programa Maranhão Forte
Programa Trabalho Jovem
Bolsa de R$ 250 pelo Programa Agente Jovem Ambiental
Bolsa de R$ 300 pelo Programa Agente de Desenvolvimento Rural Quilombola 
Ações sociais pelo Projeto de Trabalho Técnico e Social

terça-feira, 27 de julho de 2021

Márcio Jerry prega unidade para 2022 e confirma candidatura à Câmara

Por: Samartony Martins\ O Imparcial


O secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) que está licenciado da Câmara Federal, em entrevista a O Imparcial revelou de que forma o PCdoB está se fortalecendo para as eleições de 2022, após a migração do governador Flávio Dino para o PSB.  Márcio Jerry fez questão de ressaltar que o PSB é um partido irmão do PCdoB e o governador Flávio Dino é uma pessoa que tem compromisso com o ideário da legenda, com o  programa, e com o  fortalecimento do PCdoB, inclusive no Maranhão. “Há momentos que você faz reposicionamentos táticos, mas você não sai da mesma trincheira de luta. O governador Flávio Dino é um aliado importante para o nosso partido PCdoB, sendo uma pessoa como se ainda estivesse no partido”, disse o secretário.

Durante a entrevista, Márcio Jerry, que é o atual secretário estadual do PCdoB,  afirmou que a legenda comunista tem uma relação muito boa com a legenda socialista e um diálogo nacional bastante produtivo. “Isso não nos trás prejuízo, como alguns inicialmente enxergaram. Nós não tivemos saídas além do governador Flávio Dino no nosso partido, que continua com a sua militância firme, e seus deputados continuam integrados ao partido.  Temos chapa de deputados federais para concorrer no ano que vem [as eleições de 2022] e chapa de pré-candidatos a deputados estaduais”, enfatizou Márcio Jerry.

O secretário acrescentou que na semana passada fez uma reunião com 187 presidentes do PCdoB no estado Maranhão, que possui 217 municípios. Márcio Jerry reafirmou que o partido continua forte, vibrante, vigoroso, portador de um arsenal muito grande de realizações pelo povo do Maranhão. “O PCdoB está presente no governo Flávio Dino, sendo a maior legenda presente, portanto é um partido que tem muito a contribuir com o nosso estado e com o Brasil”, enfatizou Jerry.

Sucessão governamental

Sobre o diálogo para a sucessão ao governo do Maranhão nas eleições de 2022, Marcio Jerry, fez questão de deixar claro que a legenda comunista até o presente momento prega o sentimento de consenso e imparcialidade entre um possível apoio ao senador Weverton Rocha (PCdoB) e o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), ambos  pré-candidatos ao governo do estado no pleito do próximo ano. 

“Respeitamos o senador Weverton Rocha do mesmo modo que respeitamos o vice-governador Carlos Brandão. São dois legítimos postulantes a candidatura a governador ano que vêm. Debatemos com os dois igualmente. O nosso partido ainda não apontou ainda qual a sua opção para o ano que vem. Nos sentimos muito honrados com a presença do senador Weverton na 1ª conferência municipal organizada pelo partido em Barreirinhas, onde também estavam representantes do PT, do PL, o vice-prefeito, e representantes de outros partidos de Barreirinhas. De modo que em outros eventos de conferências municipais teremos a presença do vice-governador Carlos Brandão, como teremos a presença da senadora Eliziane Gama (Cidadania) e de tantas outras lideranças do Maranhão, a depender de qual cidade ou região se faz a conferência”, acrescentando que as conferências do PCdoB estão abertas para quem quiser participar delas.

Jerry concorrerá à reeleição para deputado federal

Márcio Jerry fez questão de ressaltar que é fundamental que o grupo político que faz parte da base do governador Flávio Dino assegure a unidade. Ele lembrou que a unidade conduziu o grupo até aqui. “A unidade fez com que nós elegéssemos o governador Flávio Dino em primeiro turno em 2014 e reelegêssemos Flávio Dino em 2018 em primeiro turno. A unidade fez com que elegêssemos Carlos Brandão duas vezes vice-governador, que elegêssemos Eliziane senadora, que elegêssemos Weverton senador. Então, esse é o caminho da vitória. O Maranhão precisa da união desse grupo que faz a mudança no estado”, reafirmou o secretário da Secid, apontando os avanços estruturantes que o governo tem feito nestas duas gestões sob o comando de Flávio Dino.

Sobre o seu futuro político, Márcio Jerry adiantou que vai concorrer novamente ao cargo da Câmara Federal nas eleições de 2022, mas não descartou outras possibilidades. “Disputarei a eleição de Federal no ano que vêm. O nosso partido tem um desafio muito grande que é superar a cláusula da barreira. E para isso estou preparado para fazer uma grande campanha com fé em Deus e com a força do povo em conquistar uma grande vitória. Mas, evidentemente, com toda humildade que eu me sinto preparado para qualquer desafio. As pessoas para assumir uma função no Executivo, por exemplo, precisam ter biografia, e eu tenho. Precisa ter conhecimento do Maranhão, eu tenho e muitíssimo. Para ter uma vida pública marcada pela probidade, pela honestidade, eu também tenho, de modo que estou habilitado a disputar qualquer cargo dentro do Maranhão”, reafirmando que no ano que vêm disputará a eleição a deputado federal.

Questionado sobre o que esperado do próximo governador do Maranhão, Márcio Jerry, afirmou que o futuro governador ou governadora terá um desafio imenso de dar sequência ao legado do atual governador Flávio Dino.  “Não será fácil porque nunca se governou com tamanha performance como tem governado o companheiro Flávio Dino. Quem for sucedê-lo terá a missão de ampliar as escolas de tempo integral. A gente não tinha uma, agora tem cem. Ampliar os restaurantes populares. Tinha cinco, já estamos em 55 e chegaremos a 70. Fazer com que a gente tenha mais hospitais regionais e macro regionais. Tínhamos 01 agora temos 14, e 18 regionais, policlínicas no estado do Maranhão que não tínhamos nenhuma. Temos o [Projeto] Sorrir, que é uma clínica odontológica que é da rede estadual. Enfim, nós temos que fazer com que este legado continue”, finalizou Márcio Jerry.

Solicitada por Othelino, obra de drenagem e pavimentação tem início em Pinheiro

 Jéssica Barros / Agência Assembleia

Foto: Dney Justino - Agência Assembleia


Acompanhado da vice-prefeita Ana Paula Lobato, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), vistoriou, nesta segunda-feira (26), o início da drenagem profunda em um trecho da MA-014, na entrada  da cidade de Pinheiro. A obra, orçada em R$ 3 milhões, foi solicitada pelo parlamentar ao Governo  do Estado e inclui, também, pavimentação asfáltica. 

Durante o ato, Othelino Neto destacou o momento histórico para a cidade e para outros municípios da Baixada Maranhense. 

“Ficamos muito felizes com a chegada de mais essa melhoria, que beneficiará Pinheiro e região. Esperamos retornar, em breve, para a inauguração desta obra marcada na história dos pinheirenses e de toda a população da Baixada”, disse. 

Na ocasião, o chefe do Legislativo Estadual maranhense também assinou a ordem de serviço para a construção de uma ciclovia no local, que será revitalizado.

A vice-prefeita Ana Paula manifestou agradecimento  às parcerias que, segundo ela, têm resultado em ações concretas para o município. “Feliz em contar com parcerias importantes para a concretização dos sonhos dos meus conterrâneos de Pinheiro. Obrigada pelo apoio de sempre, que nos traz melhorias em todas as áreas”, ressaltou. 

O prefeito Luciano Genésio também agradeceu o empenho do presidente do Legislativo. "Só tenho a agradecer essas parcerias, que têm ajudado em várias obras para nossa cidade. Gestão se faz com parceria e diálogo. Assim, fiz e farei sempre pensando nos pinheirenses”, garantiu. 

Vereadores e secretários de Pinheiro, além de outros representantes de municípios da Baixada Maranhense, como a prefeita Valéria Castro, de Presidente Sarney, e o prefeito Adriano Freitas, de São Vicente Férrer, também participaram do ato.  

“Pinheiro é porta de entrada para outras cidades da nossa região e até do estado do Pará. Por isso, reconhecemos a importância desta grande obra”, acentuou Valéria. 

Pró-Asfalto 

Em seguida, a comitiva vistoriou as obras de asfaltamento na rua Orlando Leite, no bairro Quinta da Boa Vista, executadas pelo Pró-Asfalto, programa da Prefeitura em parceria com o Governo do Maranhão, com emenda do presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto. 

“Dessa forma, com planejamento, utilizando nossas emendas e os recursos da atual gestão, muitos outros bairros serão contemplados com a revitalização de ruas, que irá melhorar a vida dos pinheirenses”, enfatizou o líder do Parlamento  estadual.

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Maranhense Rayssa Leal, aos 13 anos, é medalha de prata no skate


A maranhense Rayssa Leal fez história na madrugada desta segunda-feira (26/7) nas Olimpíadas de Tóquio. Com apenas 13 anos, ela garantiu uma medalha de prata no skate street e se tornou a medalhista individual mais jovem a ganhar uma medalha em Olimpíadas em 85 anos. 

O ouro ficou com a japonesa Momui Nishiya e o bronze com a também japonesa Funa Nakayama. 

Rayssa foi a única brasileira a se classificar para a final. Neste domingo, a primeira medalha do Brasil também saiu para o skate. 

Do Correio Braziliense

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Cuide-se, Lula, para não ser alvo de um atentado, alerta Flávio Dino

Governador do Maranhão recomenda que, na próxima eleição, o ex-presidente não se exponha tanto a um risco desnecessário

Ricardo Noblat

No mais recente encontro que tiveram em São Paulo, o governador Flávio Dino, do Maranhão, que trocou o PC do B pelo PSB de olho numa vaga ao Senado, alertou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o risco de sofrer um atentado na campanha eleitoral do ano que vem. Não foi o único líder político a fazê-lo.

Dino se disse convencido de que a próxima será uma campanha marcada por atos de violência devido à possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro ser derrotado. Segundo ele, o clima está sendo preparado para isso pelo próprio Bolsonaro e seus devotos mais radicais, vistam ou não farda.

O afrouxamento das regras para a compra de armas aumentou exponencialmente o número de brasileiros armados. Segundo dados da Polícia Federal, foram registradas 179.771 novas armas em 2020, aumento de 91% ante o registrado em 2019, ano em que já havia ocorrido forte alta de 84%.

A compra de pólvora no Brasil cresceu 46,5% em 2020, se comparado ao ano de 2018, antes de Bolsonaro assumir a presidência. Foram 24 toneladas compradas por pessoas que se dizem colecionadores, atiradores desportivos e caçadores. Bolsonaro defende que o povo se arme para evitar uma ditadura.

Quando ele insiste para que o voto eletrônico dê lugar ao voto impresso, prepara o caminho para desqualificar os resultados das eleições se perdê-las. Conta para isso com o apoio do ministro da Defesa, general Braga Netto, e dos comandantes do Exército, da Marinha e Aeronáutica. Não é pouca coisa.

Conselheiros de Lula acham que ele deverá expor-se ao mínimo na campanha eleitoral de 2022 e dedicar a maior parte do seu tempo à gravação dos programas de propaganda no rádio e na televisão, aos debates virtuais ou não, e a ações nas redes sociais. Atos de corpo presente só em ambientes restritos. Viagens, poucas.

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Mulher denuncia que foi torturada por seguranças dentro do Mix Mateus

Uma mulher registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) denunciando que foi agredida por seguranças dentro do Mix Mateus do Araçagy, em São Luís. Jacqueline Debora Costa de Oliveira, de 42 anos, disse ainda que as agressões foram feitas com pedaços de ripa, após ela ser confundida com uma ladra.

O caso foi publicado inicialmente pelo Blog do Neto Ferreira, e o G1 confirmou. Na Casa da Mulher Brasileira, Jacqueline declarou que as agressões aconteceram na manhã da última terça-feira (20).

"Fui muito humilhada com palavras agressivas e torturas. Foram três pessoas. O vigilante, uma funcionária e mais um funcionário do Mateus", disse Jacqueline.

A delegada da Mulher, Kazumi Tanaka, também confirmou a denúncia e disse que já foi aberta uma investigação do caso. Jacqueline foi submetida a um exame de corpo de delito, e a polícia vai pedir imagens de câmeras do supermercado.

Jacqueline disse que tudo começou quando ela foi ao supermercado para comprar comida, mas acabou saindo sem nada porque tinha esquecido o cartão de crédito. Foi então que o segurança do Mateus a agarrou pelo braço, já na região do estacionamento, e a levou para dentro de uma 'Sala de Prevenção de Perdas', onde iniciaram as agressões.

Na denúncia, Jacqueline declarou também que, na sala, os funcionários disseram que ela era membro de uma quadrilha que rouba produtos de supermercados. No local, tiraram fotos dela, enviaram para diversas pessoas, e tentavam fazê-la destravar o celular para entregar outras supostas comparsas.

"O vigilante e uma funcionária foram muito agressivos. Eles desligaram a câmera que tem dentro da sala e iniciaram uma sessão de tortura. Não encontraram nada na minha bolsa, pegaram umas garrafas de gim e tentaram forjar que eu tinha roubado. Disseram ainda que era pra eu 'entregar as pessoas', me mostraram fotos de mulheres que eu nunca vi na vida. Eu ainda destravei o celular, mas mesmo assim fui muito agredida", relata Jacqueline.

A mulher disse ainda que a tortura só terminou quando um policial chegou ao local, após uma hora e meia, e começou a dizer aos funcionários do supermercado que tudo ali estava errado.

"Um policial entrou e me viu na sala. Depois o vigilante me levou para a parada de ônibus tentando me convencer a não denunciar porque eles já estavam me liberando. Eu sou mãe de família, tenho meus filhos, e fui muito humilhada. Falei com meu advogado e decidi denunciar", declarou.

Em nota, o Grupo Mateus afirmou que foi montada uma sindicância para apurar o caso e que a conduta relatada não condiz os procedimentos e valores da empresa. O grupo declarou ainda que se colocou à disposição das autoridades para esclarecimentos.

Do G1

Desaprovação do governo Bolsonaro chega a 62%, diz pesquisa

Levantamento PoderData aponta ainda que 56% consideram o trabalho de Bolsonaro como ruim ou péssimo


Pesquisa PoderData divulgada nesta quarta-feira (21) mostra que a rejeição ao presidente Jair Bolsonaro e seu governo bateu novo recorde.

Segundo o levantamento, 56% da população considera o trabalho do titular do Planalto ruim ou péssimo – oscilação de um ponto para cima com relação ao último estudo da plataforma, feita há duas semanas, quando o índice era de 55%, já representando um recorde.

26% dos entrevistados avaliam o trabalho de Bolsonaro como ótimo ou bom, enquanto 15% consideram regular. 3% não sabem ou não responderam.

A avaliação do governo traz números ainda piores para o chefe do Executivo. Segundo o PoderData, 62% dos brasileiros reprovam a atual gestão, oscilação de 1 ponto para cima com relação à última pesquisa. O número também é recorde.

Apenas 32% dos entrevistados aprovam o governo, enquanto 6% não sabem ou não responderam.

O estudo contou com 2.500 entrevistas feitas em 427 municípios de todo o país entre os dias 19 e 21 de julho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Com internações em baixa, governador Flávio Dino flexibiliza medidas sanitárias

 


O governador Flávio Dino flexibilizou as normas sanitárias e ampliou o funcionamento de estabelecimentos, decretando abertura de cinema e teatro e comunicando o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual. As medidas foram anunciadas em coletiva, nesta terça-feira (20), no Palácio dos Leões.

 “Agradeço a todas as equipes estaduais e municipais, que trabalharam juntas para que a cidade de Raposa alcançasse esse marco. Esse avanço na vacinação salva vidas para combater essa rede de desinformação. A imunidade será maior, quanto maior a população vacinada, o que é cientificamente comprovado. Nestes últimos meses, em face da vacinação, quatro mil vidas foram salvas no Maranhão”, pontuou o governador Flávio Dino, se referindo ao município de Raposa, como a primeira cidade da Ilha de São Luís com todos os adultos, acima de 18 anos, imunizados com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. 

As novas medidas sanitárias incluem retorno às aulas na rede pública estadual, a partir do dia 2 de agosto, no sistema híbrido – presencial e remoto; liberados cinema, teatro e igrejas; eventos com até 200 pessoas (ambiente fechado) e 400 (ambientes abertos e ventilados); administração pública com 100% da capacidade; grupos de risco vacinados retornam ao trabalho (exceto gestantes); e comércio, indústria, bares, restaurantes, supermercados, academias e shoppings podem funcionar sem restrição de horário. As medidas valem até dia 30 de julho.

O governador ressalta sobre a volta às aulas que será um processo progressivo. “Será de acordo com a realidade de cada escola e se trata de um acordo nacional entre os governadores. Avaliamos que, com a segunda dose, mediante protocolo de retorno progressivo, teremos condições de retorno às aulas. Vamos acompanhando e frisando que, é imprescindível, à rede estadual e também privadas, manter os protocolos sanitários, para que possamos fazer a retomada, como praticamente todos os países já fizeram”, enfatizou. Na rede municipal, o retorno deve se decidido pelos prefeitos.

A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que chegou a ficar em mais 90%, estabilizou em 65% esta semana; já os leitos clínicos, reduziram a ocupação para 48%. A taxa de contágio no Maranhão também reduziu, ficando abaixo de 1%, na lista dos estados em queda da doença; e permanece como o de menos óbitos por Covid-19 do Brasil. Quanto aos municípios, 145 estão acima dos 85% de doses aplicadas. O Maranhão já recebeu 4,4 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. 

O governador atribuiu a redução nas internações à vacinação contra a Covid-19, que segue no Maranhão, sendo reforçada pelos Arraiais da Vacinação – estratégia do Governo do Estado para tornar mais ágil e acessível a vacina; às normas sanitárias editadas em vários decretos ao longo do período; e à contribuição da sociedade no seguimento dos protocolos preventivos. “Por conta desta redução, avançamos na flexibilização das medidas sanitárias, mantendo os protocolos sanitários como o uso de máscara e distanciamento social”, reforçou. 

Ações

Para estímulo à vacinação, o Governo do Estado prossegue com o Dose Premiada, com sorteios a cada 15 dias e concorrem os vacinados com a segunda dose. A lista de premiados está no link: dosepremiada.ma.gov.br; e sorteados devem enviar dados para o email: dosepremiada@segov.ma.gov.br e nos contatos (98) 2016-4344/2016-4345. São 50 prêmios de R$ 1 mil; 20 de R$ 5 mil; e 5 de R$ 10 mil. O próximo sorteio será dia 23 de julho, às 16h, transmitido nas redes do Governo.

segunda-feira, 19 de julho de 2021

Flávio Dino entrega placa Cidade Vacinada em Raposa


Foto: Karlos Geromy

O município de Raposa é o primeiro da Grande Ilha que atinge a marca de 100% vacinado com a primeira dose contra a Covid-19. O feito se refere à imunização de toda a população adulta, acima de 18 anos. Com o alcance, a cidade de Raposa se torna mais uma referência em vacinação para o Maranhão. O governador Flávio Dino esteve no município, em evento nesta segunda-feira (19), no bairro Maresia, marcado pela entrega da placa Cidade Vacinada e a inauguração de uma Unidade Básica de Saúde (UBS). 

O governador Flávio Dino pontuou o significado da marca alcançada. “Isso coloca a cidade na vanguarda do Maranhão e do Brasil. Resultado de uma intensa busca ativa, de casa a casa, e de convencimento das pessoas da importância de vacinar. Distribuímos doses adicionais no município e com o Arraial da Vacinação tivemos uma aceleração da imunização. A Raposa já possui indicadores declinantes e vai continuar no que refere a casos e óbitos. A cidade é um exemplo para o Maranhão”, destacou. 

Flávio Dino acrescentou que as cidades da Região Metropolitana de São Luís têm avançado de maneira uniforme na vacinação. “As cidades da região estão com índices superiores a 80% de vacinação e nossa meta é que, até setembro, toda esta população receba a segunda dose da vacina. Não existe vacina 100% eficaz, mas não existe possibilidade de vencer o coronavírus sem a vacina. A vacina é essencial e imprescindível, e daí esse esforço prioritário”, reiterou. 

“A cidade 100% vacinada foi resultado de um esforço conjunto e sabemos a dificuldade pelo questão de localização, e conseguimos, em um dia, vacinar todos. Fizemos um trabalho de busca das pessoas e convencimento da importância de vacinar. Estamos muito felizes com o resultado e saber que as pessoas foram convencidas de que vacinar é importante e que vai proteger a cidade e o Maranhão”, destacou o secretário de Estado de Saúde (SES), Carlos Lula.

A marca é resultado do esforço conjunto da gestão estadual e prefeitura, que se uniram pelo propósito maior de salvar vidas. No evento, o governador Flávio Dino acompanhou mais um dia de vacinação e participou da inauguração da nova UBS Maresia. A unidade vai atender no trato de doenças gripais e no combate à Covid-19. O funcionamento será 24h, todos os dias da semana, realizando os primeiros atendimentos para as pessoas que apresentarem sintomas leves e intermediários.

O prefeito Eudes Barros frisou que a palavra é de agradecimento. “Agradeço ao nosso governador e ao secretário de Saúde, que não têm medido esforços em fazer Raposa se tornar essa realidade. Ser 100% vacinada é de orgulho, atenção e respeito com o povo. Com esse patamar, a cidade que já era muito visitada, será ainda mais. O governador Flávio Dino é sempre muito presente em nossa cidade, com várias obras e ações. Muito do que foi feito aqui foi nesta gestão. Juntos, tenho certeza que faremos uma grande gestão neste município e no Governo do Estado”, enfatizou.  

Marcando a conquista da cidade foi dado prosseguimento à vacinação contra a Covid-19. O proprietário de restaurante, Francisco Oliveira, 71 anos, tomou a primeira dose. “Está de parabéns a Raposa e o Governo que está viabilizando esse benefício para a cidade. Acho muito gratificante sermos premiados com esse momento. Eu iria vacinar em Tutoia, mas soube desse momento aqui e preferi vacinar na minha cidade. Essa chance que temos aqui muitos não têm, e só posso agradecer e estou muito satisfeito”, frisou.

Presentes ao evento, o presidente da Câmara Municipal de Raposa, Benoniel Rodrigues; secretário de Saúde do Município, Ronilson Froés; coordenadora de Imunização de Raposa, Allanna Lago.

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Governo do Maranhão já entregou mais de 500 mil cestas de alimentos para famílias de baixa renda


Foto: Handson Chagas

Mais 12 cidades maranhenses receberam as cestas de alimentos do programa Comida na Mesa. Em solenidade, nesta quinta-feira (15), no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino fez a entrega dos produtos, reforçando as ações sociais que a gestão estadual promove. Este é o décimo ciclo de entregas do programa e, com estas ações, o Governo do Estado ultrapassa a marca de mais de 500 mil cestas básicas distribuídas a quem mais precisa desde o início da pandemia.

O governador Flávio Dino reforçou a marca de entregas do Comida na Mesa e a importância da ação na pandemia. “Temos mais de 500 mil cestas básicas entregues, em várias fases do programa, distribuídas pelo Corpo de Bombeiros em domicílio, feitas por associações, igrejas e entidades parceiras e, nesta etapa, em parceria com as prefeituras. É um programa que atinge vários públicos”, destacou.

Flávio Dino pontuou ainda o caráter social da ação. “Temos a visão que a política deve servir para corrigir injustiças sociais e não há incompatibilidade entre ensinar o povo a pescar e distribuir o peixe. Os dois eixos devem andar juntos. Devemos ensinar o povo a pescar, estimular o trabalho, a produção, a geração de renda, escola digna e ao mesmo tempo, ações sociais. O programa Comida na Mesa é a concretização de ações sociais que são vitais, principalmente neste momento muito difícil que o Brasil atravessa”, reiterou o governador.

Os municípios contemplados nesta entrega foram Capinzal do Norte, Dom Pedro, Gonçalves Dias, Governador Archer, Governador Eugênio Barros, Governador Luiz Rocha, Joselândia, Santo Antônio dos Lopes, São José dos Basílios, Senador Alexandre Costa, Coelho Neto e Pastos Bons.

O secretário adjunto da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Ronaldo Chaves, ressaltou que “o governador Flávio Dino tem priorizado o combate à insegurança alimentar, criando o programa Comida na Mesa, como forma de amenizar as consequências desta terrível pandemia”, disse.

A prefeita de Governador Archer, Antônia Leide da Silva, parabenizou a ação de Governo. “Esse programa é muito bom. Só tenho a agradecer e parabenizar o governador Flávio Dino por esse programa que tem beneficiado nosso povo. Estamos em um momento difícil, de pandemia, e o governador tem trabalhado muito o social. Agradeço por lembrar da nossa querida cidade”, enfatizou a prefeita.

Estiveram presentes ao evento, o secretário chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares; os deputados estaduais Ana Mendonça, Glalbert Cutrim, Yglesio Moysés; os prefeitos André Portela (Capinzal do Norte), Galego Mota (Dom Pedro), Toinho Patioba (Gonçalves Dias), Francisco Carneiro Ribeiro (Governador Eugênio Barros), José Orlanildo Soares de Oliveira (Governador Luiz Rocha), Raimundo Zuca (Joselândia), Emanuel Lima de Oliveira (Santo Antônio dos Lopes), Creginaldo Rodrigues de Assis (São José dos Basílios), Dr. Orlando (Senador Alexandre Costa), Enoque Mota (Pastos Bons) e Bruno Silva (Coelho Neto).

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Othelino participa da assinatura da ordem de serviço para construção do hospital de Dom Pedro

Ribamar Santana / Agência Assembleia



O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), participou, na tarde desta quarta-feira (14), no Palácio dos Leões, da assinatura da ordem de serviço para a construção do novo Hospital Municipal de Dom Pedro, autorizada pelo governador Flávio Dino (PSB).

Também estiveram presentes no ato o prefeito de Dom Pedro, Galego Mota (Solidariedade) e os secretários de Estado da Indústria e Comércio (SEINC), Simplício Araújo, e de Segurança Pública (SSP), Jeferson Portela. 

Para Othelino Neto, o anúncio da obra do novo hospital representa um momento ímpar para o povo de Dom Pedro, que há muito tempo sonhava com a concretização desse importante equipamento público de saúde.

“Parabenizo a população dom-pedrense e ao perfeito Galego Mota por essa grande conquista em benefício da saúde pública local. Em breve, o município vai poder contar com novos serviços na área e ter um melhor atendimento”, disse Othelino. 

No encontro, Flávio Dino afirmou que o Governo do Estado está sempre presente apoiando a implantação de serviços públicos em parceria com os municípios.

“Hoje, concretizamos um grande anseio da população de Dom Pedro, que é a autorização para a construção do novo hospital municipal. O passo seguinte é a licitação da obra. E podem ter a certeza de que, em muito breve, estarei lá, pessoalmente, para iniciar a realização desse grande sonho”, destacou o governador. 

Agradecimento

O prefeito Galego Mota agradeceu o apoio do presidente da Assembleia e a parceria do governador Flávio Dino pela obra, ressaltando ainda que o equipamento ajudará muito a população, que sofre com a falta de estrutura na saúde pública.

“Agora, com esse novo hospital, vamos ter um atendimento com mais dignidade. Nós só temos a agradecer ao governador Flávio Dino, ao deputado Othelino e, também, aos secretários Jeferson Portela e Simplício Araújo”, ressaltou o gestor.

Mais de 300 famílias recebem títulos definitivos de propriedade em São Luís


O Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), segue ampliando as ações do programa de Regularização Fundiária Urbana (REURB) em todo o Maranhão. Na manhã desta quarta-feira (14), a secretaria realizou a titulação de 323 famílias do bairro Sacavém, ultrapassando a marca de 11 mil documentos definitivos entregues na região da Grande São Luís. O evento aconteceu na Comunidade Nossa Senhora da Penha e seguiu os protocolos de prevenção ao coronavírus.

Desde o início do programa, a Secid beneficiou 11.038 famílias na região Grande Ilha com a entrega de títulos definitivos de propriedade. A iniciativa tem o objetivo de assegurar o direito à moradia digna, promovendo qualidade de vida e desenvolvimento social.

“Dia importante de entrega de títulos no Sacavém. São 323 títulos que se somam a 153 entregues no mês passado e hoje é um marco importante: ultrapassamos títulos para mais de 11 mil famílias maranhenses durante o governo Flávio Dino, no âmbito da Secid. É um grande avanço na garantia de cidadania e vamos continuar aqui na Grande São Luís e em cidades do interior do estado”, destacou o secretário da Secid, Márcio Jerry.

O programa de Regularização Fundiária Urbana é uma política pública destinada a reduzir as desigualdades decorrentes da ocupação irregular de terras. Por intermédio da regularização retira-se o ocupante da informalidade, insegurança e reconhece o seu direito à propriedade. O processo para execução do programa inclui medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais, com a finalidade de integrar áreas irregulares ao contexto legal das cidades.

O beneficiário José Francisco Costa, 64 anos, enalteceu a ação do governo. “Antes não tínhamos o documento e agora tenho segurança para mim e minha família. Estou muito feliz e agradeço ao governador Flávio Dino por essa iniciativa para o povo do Sacavém”, disse.

Francisca Rêgo Sampaio mora há mais de 40 anos no Sacavém. Ela comemorou a garantia do direito à moradia digna.  “Com tantos anos, minha família e eu, nunca imaginávamos conseguir a legalização da nossa casa. Mas chegou a bênção de Deus e do governo que garantiu a moradia”.Regularização Fundiária

As ações da Secid, com o Plano de Regularização Fundiária, acontecem de forma contínua e contemplam milhares de famílias maranhenses. Em São Luís, já foram beneficiadas famílias dos bairros Maria Aragão, Estrela D’Alva, Residencial Monte Castelo, Sacavém, Cantinho do Céu e Sete de Setembro, além da Fé em Deus, em São Luís.

Desde janeiro deste ano, a secretaria contabilizou a entrega de mais de 1.893 títulos definitivos de propriedade, beneficiando famílias da Grande Ilha que residem em bairros como o Residencial Maria Aragão, Estrela Dalva, Sarney Costa, José Reinaldo Tavares, situados na região da Cidade Operária; e para beneficiários do Residencial Jackson Lago, no bairro Fé em Deus.

O programa de Regularização Fundiária da Secid está em expansão. Outros municípios, a exemplo de Barreirinhas, Raposa, Alcântara, Imperatriz, Colinas, Buriti Bravo, Caxias, Timon, Santo Antônio dos Lopes e Balsas estão incluídos na programação que garante a documentação definitiva de imóveis. No total, 20 prefeituras firmaram Acordo de Cooperação com o Estado para a garantia do direito à moradia digna aos maranhenses.

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Os soluços de Bolsonaro e os soluços do povo brasileiro

 JM Cunha Santos

Não entendo porque Jair Bolsonaro reclama de uma semana de soluços persistentes, se o povo brasileiro soluça em lágrimas incontroláveis

desde o dia em que ele assumiu o governo.

O presidente chegou a dizer: “Se eu começo a falar muito, volta o soluço”. Mas certamente não é porque fala muito, é porque não diz nada que se aproveite. Uma de suas últimas baboseiras tirânicas foi afirmar: “ou é voto impresso ou não tem eleição”. Mas quem esse moço pensa que é para interromper o processo eleitoral no Brasil? Julga, por acaso, que esta Nação é uma milícia chefiada por ele ao sabor da truculência armada e da subjugação?

O povo brasileiro já soluçou oceanos de lágrimas com os 535 mil mortos pela covid-19 que ele, mais que soluçando, vomitando asneiras, arranjou para o país. Soluçou quando o presidente defendeu a tortura, quando desatou uma política armamentista criminosa, quando pregou a volta do AI-5, nas tantas vezes que se insurgiu contra a democracia a tanto custo conquistada.

O povo brasileiro soluça até hoje e vai continuar soluçando por muito tempo ainda, porque seu governo não teve capacidade de adquirir vacinas contra a covid em tempo hábil, porque, pessoalmente, se insurgiu contra o uso de máscaras, provocou aglomerações, permitiu que charlatães financiados por laboratórios inescrupulosos à busca de lucros astronômicos fizessem o povo acreditar que a cloroquina e a ivermectina proporcionariam a cura definitiva da covid-19 no Brasil.

Ele fez o povo brasileiro soluçar quando comparou os negros do país a carne de porco, quando insultou mulheres e ameaçou a imprensa, quando arrancou dos socavões da intolerância nazistas, fascistas e nazifascistas que aqui ressuscitaram o ódio e, com ele, o racismo, a xenofobia, a misoginia.

Fez o povo brasileiro soluçar lágrimas de sangue quando escancarou a Amazônia e o Pantanal para a devastação criminosa de grileiros e madeireiros, para os incêndios arranjados, quando liquidou com a educação e a pesquisa no país, com a saúde e o meio ambiente, quando pregou a invasão de hospitais, permitindo o ataque de fascistas contra médicos e enfermeiros, estes, afinal, os grandes heróis na guerra contra uma pandemia que arrasa o Brasil.

O povo brasileiro soluça incalculáveis oceanos de lágrimas por mais de 535 mil mortos e uma quantidade incalculável de órfãos da pandemia.

Que o Senhor presidente soluce também...até não poder mais.

 

O povo brasileiro soluça   

Carlos Brandão dá continuidade a programa que eleva renda da população em situação de extrema pobreza

 

O vice-governador Carlos Brandão deu continuidade, nesta terça-feira (13), à entrega de cartões aos participantes do Maranhão Verde Pró-Campo, programa de apoio à conservação, recuperação ambiental e elevação de renda da população em situação de extrema pobreza. Desta vez, os beneficiários foram em Palmeirândia e Penalva.

Depois de iniciar a ação em Pinheiro e também levar para a cidade de Santa Helena, no último dia 9, Brandão comentou sobre a importância da iniciativa para gerar emprego e renda, além de favorecer a preservação ambiental.

“A gente paga uma bolsa no valor de R$ 300,00 durante dois anos para que essas pessoas possam fazer uma recuperação ambiental. Serão dadas palestras, as pessoas serão capacitadas, e elas vão exercer um papel muito importante para o meio ambiente: resgatar áreas degradadas, preservar as matas ciliares e produzir, inclusive, mudas, para que sejam repovoadas as áreas degradadas”, comentou o vice-governador. 

Para o prefeito de Palmeirândia, Edilson da Alvorada, a parceria entre prefeitura e governo estadual tem colocado o município no caminho de desenvolvimento. A cidade deve receber ainda outras ações, como ampliação do sistema de abastecimento de água, programa Mais Asfalto, entre outros.

“Para nós é muito gratificante saber que as coisas começam a acontecer em Palmeirândia. A gente percebe o tanto que está no caminho certo e está avançando”, afirma.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Diego Rolim, considera que o programa idealizado pelo governador Flávio Dino está sendo crucial para a geração de renda, conscientização e preservação ambiental. 

“Está sendo crucial essa iniciativa para as cem famílias beneficiadas. Com grande emoção, com grande animação que nós aqui entregamos todos esses cartões aos beneficiários, para possamos galgar juntos para o desenvolvimento do meio ambiente em nosso estado”, disse Rolim.

Beneficiadas
Entusiasmada com a iniciativa, a lavradora Maria Luiza Pinheiro agradeceu também ao prefeito de Palmeirândia, Edilson da Alvorada, pela parceria com o Governo do Estado.

“Estou me sentindo feliz demais de estar aqui participando dessa comemoração. Agradeço ao Edilson, da prefeitura de Palmeirândia.”

A também lavradora Raimunda Nonata, entre o vice-governador e o prefeito Edilson, manifestou gratidão aos gestores e afirmou que o programa não poderia ter chegado em melhor hora.

“Eu agradeço muito a vocês por estarem fazendo essa maravilhosa obra. Para mim é uma gratificação muito grande. Está chegando numa boa hora, principalmente para mim que vivo da roça, vivo da minha plantação de verduras, que planto em casa e vendo.”

Penalva

Na segunda agenda de Carlos Brandão, em Penalva, o prefeito Ronildo Campos comentou sobre o Maranhão Verde Pró-Campo.

“É um programa que vai trabalhar a conscientização ambiental, reflorestamento das nossas matas ciliares, mas também traz renda para as famílias, uma bolsa de R$ 300 para cada beneficiário, e isso vai ajudar muito as famílias.” 

O município ainda recebeu dez motores para canoa de pesca artesanal, além de assinatura para liberação da plataforma de acesso ao Maratoninha Maker –  programa de capacitação na área de robótica voltado para alunos do ensino fundamental 2. 

terça-feira, 13 de julho de 2021

Os órfãos da pandemia no Maranhão e os órfãos da República bolsonarista

JM Cunha Santos

Há alguma coisa de luminosidade no projeto “Auxílio Cuidar”, proposto pelo governador Flávio Dino e aprovado em sessão híbrida à unanimidade dos senhores deputados à Assembleia Legislativa do Maranhão.

Destinando R$ 500 por mês a crianças e adolescentes que no Maranhão perderam pai e mãe para a pandemia de covid-19, até o alcance da maioridade civil, o projeto do Poder Executivo revela a grandeza da política de justiça social hoje praticada no Estado ao reafirmar o direito à vida e à saúde, prioridades sancionadas a cada gesto coletivo do governo do Maranhão.

De inspiração superlativamente divina, a exemplo da “Casa de Apoio Ninar”, o “Auxílio Cuidar”, nas palavras do governador Flávio Dino, “Veio para amparar essas crianças e adolescentes que por conta dessa trágica crise sanitária ficaram em situação de orfandade completa bilateral”.

De imediato, o projeto ganhou o apoio do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto, para quem “O benefício possui um elevado valor social, uma vez que, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 45 mil crianças e adolescentes perderam pai e mãe para a pandemia no Estado. Trata-se de “Um instrumento de amparo que oferece às crianças e adolescentes uma condição a mais de ter o seu sustento provido”, acrescentou Othelino Neto.

Com mais de 530 mil mortos por covid-19 no Brasil, o projeto do governo do Maranhão nos leva a pensar em quantos são os órfãos da República bolsonarista frente à pandemia, tratada pelo governo federal a golpes de negacionismo, incompetência e corrupção nas transações comerciais para aquisição de vacinas.

É de se perguntar quantas mortes poderiam ter sido evitadas e, consequentemente, quanto menor seria o número de órfãos, se o governo federal obedecesse aos protocolos sanitários emitidos pela Ciência, estimulasse o povo a cumprir o distanciamento social, o uso de máscaras, adquirisse vacinas em tempo hábil, não inventasse curas milagrosas contra um vírus que, como todo vírus, só pode ser vencido por imunizantes, nunca por infusões alquímicas produzidas por um coletivo de charlatães.

O exemplo do Maranhão se tem por inolvidável no trágico histórico dessa pandemia, mas é ilusório achar que o governo Jair Bolsonaro, lacrado internacionalmente como genocida, venha a se preocupar com os órfãos, já que sempre fez pouco caso do número de mortos da pandemia no Brasil.