Banner

Banner

segunda-feira, 8 de junho de 2015

É mentira. O prefeito Edivaldo não propôs a revogação da meia passagem.

JM Cunha Santos


É mentira. O prefeito Edivaldo Holanda Júnior não propôs à Câmara Municipal acabar com a meia passagem. A matéria do jornal O Estado do Maranhão deste domingo se utiliza de um erro técnico e de salamaleques jurídicos para, mais uma vez, tocar o terror na população.
Como não deu certo aterrorizar o povo de São Luís usando crimes de homicídio que, afinal, sempre vão acontecer em qualquer lugar do mundo (e nunca na proporção em que ocorreram no governo Roseana Sarney) mudaram a estratégia e tentam jogar os estudantes desta cidade contra o prefeito. Mais uma vez usando uma mentira do tamanho de um bonde.
A matéria, entretanto, deixa transparecer que eles são claramente contra a licitação dos transportes públicos, um feito que será histórico nesta cidade, capaz de mudar toda a lógica da mobilidade urbana de São Luís. Deixa transparecer, ainda, que não querem a anunciada parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de São Luís no setor de transportes. Porque isso, de igual modo, pode liquidar as pretensões de qualquer candidato que apresentem em 2016.
E a atabalhoada editoria do Sistema Mirante faz um serviço de morcego, aquele animal que morde e assopra. Ao reconhecerem a sandice publicada, tentam se desculpar na segunda-feira afirmando que o corte da meia passagem foi um erro. Mas não adianta. Já haviam mentido, no jornal de domingo, que o prefeito estava propondo a revogação da meia passagem.

Mas é mentira. Sempre é mentira. Como quase tudo que eles publicam, é mentira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário