Banner

Banner

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Primeiro mês da Operação ‘Transporte Seguro’ garante redução de 17% em assaltos a ônibus


Operações foram intensificadas para garantir maior segurança aos
cidadãos usuários de transporte coletivo.
Fotos: Gilson Teixeira/Secom
Após um mês de intensificação da operação ‘Transporte Seguro’ – de outubro para novembro – a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Maranhão (SSP) registrou queda de 17,4% em roubos a transporte coletivo. A operação faz parte de um conjunto de medidas anunciadas pelo Governo do Estado para ampliar a segurança na região metropolitana e fortalecer a integração entre polícias e a comunidade.
A operação segue intensificada nas vias de maior vulnerabilidade e onde há mais incidência de assaltos. As abordagens param ônibus e vans e realizam a revista de passageiros. Durante as incursões, a Polícia Militar tem apreendido, com maior frequência, armas brancas e drogas. Dentre os pontos críticos estão as avenidas Daniel de La Touche, Beira Mar, Holandeses, Portugueses, Jerônimo de Albuquerque, Getúlio Vargas, BR-135 e Estrada de Ribamar. Todos estes pontos recebem a intervenção policial com a montagem de barreiras regularmente.
“Temos várias operações sendo realizadas durante todo o dia, com maior intensidade à tarde e à noite. Aos finais de semana, intensificamos as abordagens, principalmente, à noite, quando o volume de pessoas que sai para festas é maior”, afirma o comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Marco Antônio Alves. Durante os finais de semana, cadetes do Curso de Formação de Oficiais (CFO) e alunos do Curso de Formação de Soldados em fase de estágio operacional, acompanhados de oficiais, participam das revistas, expandindo as ramificações da operação.


Segundo o coronel Pedro Ribeiro, comandante do Policiamento Metropolitano em São Luís, em novembro, na região coordenada por ele, 2 mil ônibus e mais de 50 vans foram abordados. Cerca de 3,6 mil pessoas foram revistadas. Ao todo, os policiais apreenderam 16 armas brancas e uma arma de fogo. “Grande parte daqueles que são encontrados cometendo delitos é composta por crianças e adolescentes. Eles são levados à delegacia, mas são encaminhados à Promotoria para o destino adequado. Os adultos pegos geralmente são reincidentes”, comenta o coronel.

Desde fevereiro deste ano, exatos 13.683 ônibus e quase 70 mil pessoas foram alvo das abordagens policiais específicas ao transporte coletivo em outras operações relacionadas. Mais de 300 armas brancas foram apreendidas e 60 suspeitos encaminhados à delegacia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário