Banner

Banner

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Passarela do samba e blocos organizados dão o tom da folia neste domingo


Foto: Jorge Ribeiro
Muito samba no pé para o folião que quiser curtir a programação carnavalesca na Passarela do Samba, neste Domingo Gordo de Carnaval. Grupos de sambistas vão dar o tom para aquecer os tambores e acordar o público para a folia. Os Blocos Organizados também mandam seus ritmos para abrilhantar a avenida. E para os amantes deste ritmo que contagia, as tradicionais escolas de samba da capital mostram toda sua beleza em um desfile de muita criatividade.
Serão 15 grupos a desfilar na Passarela, iniciando com os Ritmistas, grupo de São José de Ribamar, a partir das 18h, e fechando a noite de domingo com a agremiação Flor do Samba, por voltas das 3h da manhã.
O grupo Fuzileiros da Fuzarca entra na avenida a partir das 18h45. Este ano, a brincadeira comemora 81 anos de carnaval, mas o momento será antecipado com o desfile na Passarela, neste domingo. Garantia de muito batuque, ritmo e alegria. É o mais antigo grupo maranhense e segundo do Brasil, um dos mais reverenciados da folia. O aniversário é justamente no mês da folia – dia 11 de fevereiro. No grupo são 150 componentes, sendo a grande maioria idosos, que garante a festa da comunidade da Madre Deus, seu berço.
Para o Carnaval 2016, o compositor do grupo, José Pivó, o ‘Zé Pivó’, fez uma música especial parabenizando os integrantes do Fuzileiros da Fuzarca. Intitulada Levando a Paz, a música fala das experiências que a idade traz e de se manter com a mente jovem.
A ‘Unidos de Fátima’ vai para a avenida às 21h, com um enredo homenageando o ex-governador Jackson Lago. Com o enredo, a escola promete dar a volta por cima retomando com chave de ouro para o carnaval maranhense. A ‘Unidos de Fátima’ estava há três anos sem desfilar.

Para a homenagem, os organizadores fizeram pesquisas em livros, biografias, jornais para contar a história do político. “Eu fiz a letra, mas é muito difícil, em poucos versos, traduzir a grandeza de um homem político como foi Jackson Lago”, avaliou o compositor Jeovah França. A escola vai desfilar com quatro carros alegóricos e, de acordo com o projeto, 13 alas e quatro quadros com 1.600 componentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário