Banner

Banner

terça-feira, 10 de maio de 2016

Empresários de transportes coletivos pegam Chikungunya para infernizar o povo de São Luís

JM Cunha Santos


Os empresários de transportes não recebem mais a imprensa. Ocupam-se reunindo advogados e coletando material para barrar na Justiça a licitação do transporte público anunciada pela Prefeitura de São Luís. Para barrar um sonho, uma aspiração, a reivindicação de um povo, que já dura décadas nesta capital: a melhoria na qualidade dos serviços de transporte oferecidos à população.  Segundo o blog Marrapá, os empresários estão com Chikungunya, doença provavelmente também transmissível nos ônibus do século passado que colocam em circulação.
Podemos dizer que, ao longo do tempo, é a pior atuação empresarial em concessão de serviço público do Maranhão e, talvez, do Brasil. Há ônibus que fedem, soltam as cascas, as “borboletas” trancam e constantemente dão prego a meio do caminho. O Sistema de Transportes Públicos de São Luís é e sempre foi um castigo para o povo dessa cidade. Deviam se envergonhar.
Alguém precisava e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior tomou para si a missão de resolver o problema. O que exige coragem, porque se trata de um problema crônico em mãos de um monopólio impenetrável que se sustenta ao longo do tempo, contra tudo e contra todos.
Os lucros são abusivos, as passagens são caras dentro daqueles cacarecos mancos e pagas com muito suor e ânsia de vômito pelos usuários de transportes. Entrar na Justiça contra os sonhos, os anseios e conforto de um povo que lhes pagou a vida toda é, no mínimo, imoral.
E estão fazendo isso num momento em que tudo lhes é propício para repor em circulação uma frota digna dessa cidade. Recentemente, houve aumento de passagem e a Prefeitura entregou 371 ônibus novos, o que implica em 40 % da frota em circulação. “Na próxima quinta-feira, a Comissão de Licitação estará recebendo propostas e esperamos que ocorra com muita tranquilidade para entregar um novo sistema de transportes à cidade, com a qualidade que a população sempre clamou ao longo de décadas”, disse o prefeito.

Isso se a Chikungunya que acometeu os empresários não se transferir para os passageiros e atrapalhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário