Banner

Banner

domingo, 3 de julho de 2016

LINGUARUDO



LOBO NÃO COME LOBO
“Cachorro não come cachorro”, diz um jargão do crime organizado, Mas entre lobos, pelo menos, as dentadas estão ficando cada vez mais violentas. Primeiro foi Eduardo Cunha, o mais escorregadio corrupto do país, querendo forçar a quebra do sigilo bancário do senador Edison Lobão, o campeão invicto das acusações dos delatores da Lava Jato. Em todas as modalidades, E, já aqui na alcateia do Maranhão, Lobão Filho fulminando a candidatura de Fábio Câmara, o pré-candidato com menos intenções de votos da história de São Luís. Edinho Lobão, na verdade quer a vaga do PMDB para a pior cantora que o Brasil já teve o desgosto de ouvir, Paulinha Lobão, que assim como não tem fãs, também não tem votos. E ainda por cima Fábio Câmara andou espalhando que canta melhor do que ela.
ESTORVO
O PT do Maranhão, quem diria, tem menos cacife político que alguns partidos de sovaco (aqueles que os presidentes andam com uma pasta debaixo do braço com os nomes dos filiados tentando negociar alianças e coligações) que andam por aí. Ninguém se arrisca a ser o candidato próprio do PT e nem o PMDB de Roseana Sarney quer qualquer aproximação. Até o jornal do Sarney avisou com antecedência que não ia incluir o PT nas pesquisas. Bem feito!
Mas sugerir não ofende: Fábio Câmara para prefeito com Raimundo Monteiro de vice. Se for azedo demais, a dupla pode ser formada por Andrea Murad e Macaxeira. Isso, claro, se Macaxeira também aceitar fazer um ensaio fotográfico na revista Playboy. Cruz credo!
HERANÇA
 Ao que se depreende do artigo “A herança”, sobre festejos juninos, o ex-senador José Sarney está com saudades das quadrilhas. E mais ainda dos bumba-boi que Roseana Sarney apadrinhava e faturava.
FILA DE CONDENADOS
Ao comentar a defesa que o deputado Roberto Costa fez da candidatura de João Alberto ao Senado, dentro do grupo Sarney, o jornal “O Estado do Maranhão” deixou claro que com ele disputarão a vaga a ex-governadora Roseana Sarney, o empresário Lobão Filho e também o deputado federal e ministro Sarney Filho. Somente se, de fato, conseguirem acabar com a Lava Jato.
E SOBROU MARANHÃO
Meninos, eu li! Segundo o Ministério Público, com a concessão de 33 regimes especiais de tributação, a 190 empresas, “trincharam” R$ 410 milhões dos cofres do Estado no governo Roseana Sarney. Outros milhões, estes do Fundo de Combate à Pobreza, sob a gestão de Fernando Fialho estão na mira do Ministério Público. A gente lê tanta denúncia sobre desvios de recursos, fraudes, falcatruas no governo passado que acabe se perguntando como foi que sobrou Maranhão para Flávio Dino governar.
O SEQUESTRO DE LULA E O GATO DE BECK CITY
Lula foi sequestrado e começou o corre-corre no Maranhão. Fora daqui, todos os amigos estavam presos ou a caminho e ninguém queria se coçar. Lembraram dos R$ 3 milhões que a OAS deixou no Hotel Luzeiros, através do doleiro Alberto Youssef, mas como todo mundo se diz inocente, desistiram de apelar para Roseana Sarney.
Alguém pensou em reverter a renda do show de Wesley Safadão em São Luís para o pagamento do resgate do ex-presidente, mas o cantor já tinha doado tudo.
Com tantos delatores acusando Lobão de receber propina, os interlocutores acharam que estava nele a salvação do Lula, pois, evidentemente, sua renda havia multiquadriplicado, se nos permitem. Mas o aspecto de lobo magro, faminto, enjaulado, encheu os emissários de tanta piedade que eles acabaram foi comprando ações da TV Difusora. Da cota do Ratinho.
Alguém ainda pensou que capitalizando os atrasos de pagamento da Rádio Capital, do senador Roberto Rocha, daria pagar o resgate, o que não foi possível porque, como sempre, a emissora estava fora do ar.
Lembraram, então, da denúncia do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, de pagamento de uma propina de R$ 18 milhões para o ex-senador José Sarney e gritaram: “Esse vai ajudar, esse é o mais fiel amigo do Lula”. Mas o senador alegou que os recursos se destinavam à eleição de ex-agentes do SNI em todo o Brasil, como o maranhense Wellington do Curso, pois já estava na hora de reeditar a ditadura militar para impor limites ao Poder Judiciário e à Polícia Federal.
Tentaram de tudo, inclusive avançar nas sobras tributárias da campanha do Trinchão, inclusive fazer uma vaquinha junto aos funcionários fantasmas do município de São José de Ribamar. Não deu certo. Como bons fantasmas, todo mundo sumiu,
Já iam desistir quando alguém lembrou de um gato milionário trepado no arraial da cidade de Beck City. Foi o gato quem acabou pagando o resgate sem pestanejar. Digo, sem miar. Mesmo apanhando do prefeito.
NINGUÉM ACREDITA NA ESCUTEC
Definitivamente, o governador Flávio Dino não precisa de avaliação encomendada por Sarney e feita pela Escutec. Esse Instituto nunca acertou coisa nenhuma em matéria de eleições no Maranhão. E dizem que não é por incompetência; é por vontade remunerada. É o mesmo Instituto que quase faz o povo acreditar que Edivaldo Holanda Júnior perderia as eleições. O mesmo que quis fazer crer que Lobão Filho tinha chances de vencer Flávio Dino nas últimas eleições.
Quando se juntam os dois, Sarney e Escutec, com divulgação obrigatória num jornal como “O Estado do Maranhão”, que sofre de cavalar mitomania, o melhor que se pode fazer é ignorar, como eu não estou fazendo.
Ora bolas, porque não pesquisam a popularidade de Sarney depois da denúncia de Sérgio Machado? A de Roseana Sarney, depois das malas de Alberto Youssef no Hotel Luzeiros? Escutar a Escutec é a mesma coisa que escutar Sarney. E escutar Sarney é, no mínimo, burrice e covardia. 
MANCHETÁRIO
“Sarney Filho vai doar onça pintada para a Argentina” (John Cutrim)
Se doasse todas as “onças” que recebeu de Sérgio Machado para o Brasil, acabaria com a crise econômica,
 “Um tiro no coração de Eduardo Cunha” (Gilberto Lima)
“Cuidado com o que você deseja”,
“Em dois dias “vaquinha virtual” para viagens de Dilma bate meta de R$ 500 mil”. (Gilberto Lima)
A mim, que não vou fazer mal a ninguém, negaram uma passagem para assistir as Olimpíadas,
“Prefeito é acusado de reformar a própria casa com recursos públicos no Maranhão”.
Esse, pelo menos, só fez reformar. Tem uns que compram mansões para a família inteira.
“Gil Cutrim amplia serviços de saúde em São José de Ribamar”. (John Cutrim)
Tá certo. Já tinha funcionário fantasma passando mal
.Escutec: São Luís reprova Flávio Dino (Marco D’eça)

Mas outras pesquisas, mais antigas, indicam que pesquisa encomendada por Sarney e feita pela Escutec têm 99% de chances de ser uma fraude.

Um comentário:

  1. CRÔNICA MARAVILHOSA! tÔ SORRINDO ATÉ AGORA KKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir