Banner

Banner

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Nomes de inadimplentes do IPVA 2016 são enviados ao Serasa



A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) encaminhou ao Serasa, nessa sexta-feira (29), um lote com 50 mil Registros Nacionais de Veículos Automotores (Renavams) inadimplentes do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2016, até o mês de julho. Ao todo serão enviados 130 mil Renavams.
No ano de 2015 a taxa de inadimplência do IPVA foi de 30%, enquanto que a taxa deste ano deve ser inferior à registrada no ano passado. De acordo com o secretário da Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves, o envio ao Serasa se refere apenas aos inadimplentes do IPVA de 2016 e a expectativa é que a inadimplência reduza para até 20%.
“Este lote de 50 mil que foi enviado ao Serasa é o primeiro de um total de 130 mil Renavams com débitos de IPVA do atual exercício de 2016. Com essa medida, o Estado pretende diminuir a taxa de inadimplência e conseqüente regularização dos veículos para circulação, sem prejuízos para o proprietário e para o Estado”, destacou o secretário da Fazenda.
Consulta
No Portal da Sefaz existe uma página sobre o IPVA, um canal de consulta para o proprietário de veículo interessado em fazer a verificação das informações de débitos por pessoas e empresas que possuam veículos com registro de propriedade em seu nome ou razão social.
No portal, o notificado deve acessar o ícone IPVA, a opção “IPVA-Notificados/Serasa”, inserir o número do CPF ou CNPJ e o número de notificação informada na carta.
No rodapé da página o interessado localiza o Renavam do veículo e pode emitir o documento de pagamento (DARE) com o código de barras para fazer o recolhimento no Banco do Brasil e seus correspondentes. O pagamento pode ser feito nos caixas eletrônicos do BB e pela Internet para os correntistas do Banco.

Caso o contribuinte não receba a carta e não saiba o número de notificação ele pode comparecer a uma das agências da Sefaz ou informar o Renavam do veículo no menu ‘IPVA/Débitos’ para consultar o valor lançado. ((Jornal Pequeno))

Nenhum comentário:

Postar um comentário