Banner

Banner

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Superintendente Dicival Gonçalves informa 2.254 prisões em apenas 3 meses


 
Ações e estratégias estão sendo traçadas e concretizadas pela Superintendência de Policia Civil do Interior, sob o comando do superintendente Dicival Gonçalves, em boa parte dos municípios maranhenses, através das 18 delegacias regionais que correspondem às unidades de cada município. Segundo Dicival Gonçalves, são estas operações de caráter preventivo com a finalidade de coibir e diminuir os índices de criminalidade no interior do Maranhão.
De acordo com o Superintendente da SPCI, durante este primeiro semestre, por determinação do Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela e do delegado geral, Lawrence Melo, houve intensificação no cumprimento de mandados relacionados a crimes contra a vida, a fim de tirar das ruas pessoas consideradas de alta periculosidade. Ele informou ainda que “as prisões e apreensões que estão sendo feitas em alguns dos municípios maranhenses demandam um certo tempo, mas estão sendo concretizadas com apoio dos delegados regionais”.
Conforme o superintende, “a SPCI tem a dimensão do que já foi realizado. São inúmeras prisões e o  cumprimento de mandados de prisões preventivas”. Somente no primeiro trimestre deste ano, segundo dados da SPCI, foram cumpridos 447 mandados de prisões durante 190 operações da Policia Civil e mais 1807 autos de prisões em flagrante, totalizando um quantitativo de 2. 254 prisões em diversos municípios do interior do estado, efetuadas até o início de maio.
Destaque de Operações – Mês de Julho
Foram desencadeadas durante o mês de julho operações com saldos considerados muito positivos pelo Sistema de Segurança. A Operação “Chapada Segura II” que teve por finalidade a repressão qualificada ao tráfico de entorpecentes, em cumprimento a 12 mandados de busca e apreensão, culminou na lavratura de flagrante contra seis homens e três mulheres pela pratica dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo, além da apreensão de dois menores.
Durante essa operação, segundo o delegado Dicival uma ação integrada com a Policia Militar e coordenada pelo delegado regional Jaques Ferreira, foram apreendidas seis armas de fogo, uma grande quantidade de drogas, sendo 29 pedras de crack, 22 trouxas de maconha, 12 gramas de cocaína, 05 tabletes de maconha, 03 revolveres calibre 38, 01 revolver calibre 32, 02 armas de fabricação caseira, diversas munições, três motos modelo Bronz Ronda, a quantia de R$ 9.585, bem como 15 aparelhos celulares de procedência duvidosa, provavelmente tomados de assalto.
A operação “Giuliani” visando reprimir o combate ao tráfico de drogas da região de São Bento, com cumprimento de mandado de busca e apreensão, de prisão preventiva e autuação em flagrante delito de várias pessoas por tráfico de drogas e associação para o tráfico, resultou na prisão de quatro pessoas por tráfico de drogas e mais três por porte ilegal de arma de fogo. Nove trouxas de entorpecentes foram apreendidas.
Na cidade Viana foi realizada a operação “Desmanche” que resultou no cumprimento de seis mandados de prisão preventiva, pelos crimes de furto, receptação, associação criminosa, dentre outros.

Isadora Fonseca– Ascom/SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário