Banner

Banner

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Cunhado é o principal suspeito da morte da filha de Sarney Neto




O empresário Lucas Porto, cuja família é proprietária da Planta Engenharia, está sendo apontado como principal suspeito do assassinato da jovem Mariana Costa, de 33 anos, no final da tarde desse domingo, 13. Mariana era sobrinha-neta do ex-presidente da República e ex-senador José Sarney.
A jovem foi encontrada em casa, no bairro do Turu, pelas filhas, despida e com sinais de asfixia.
Segundo informações, ela foi levada ainda com vida para um hospital da cidade, mas não resistiu.
O marido da vítima, Marcos Renato, filho do empresário José Renato, dos Laticínios São José, estaria em uma festa de aniversário no momento do crime, deixando de ser, assim, apontado como suspeito do crime.
De acordo com informações preliminares, ainda não confirmadas, Lucas Porto, casado com a irmã de Mariana, já teria sido levado para a Penitenciária de Pedrinhas.
O corpo da jovem foi liberado do Instituto Médico Legal por volta das 4h da manhã desta segunda.
O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da capital.

Prisão

O acusado, preso nesta segunda-feira (14), é Lucas Ribeiro Porto, cunhado de Mariana Costa, a jovem encontrada morta em casa, ontem (13), com sinais de asfixia.
Ele é apontado pela polícia como o principal suspeito pelo crime, e está sendo investigado porque aparece em imagens do sistema de câmeras do condomínio onde a vítima morava, no Turu.
Lucas Porto é casado com uma irmã de Mariana, mas não confessou o crime.

Velório


A família de Mariana Costa informa que o velório está sendo realizado na Igreja Batista do Olho D’Água. O sepultamento ocorrerá às 16h, no Cemitério Parque da Saudade, no Vinhais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário