Banner

Banner

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Cerca de 130 mil vagas serão ofertadas para a 1ª série do Ensino Médio nas escolas da Rede Estadual



O Governo do Maranhão ofertará de 130 mil vagas para a 1ª série do Ensino Médio em 719 escolas da Rede Estadual. O regulamento do processo democrático para ingresso dos estudantes na 1ª série do Ensino Médio regular foi divulgado nesta segunda-feira (12). Mais cômodo para os pais e totalmente informatizado, o processo de matrícula para o ano letivo de 2017 foi simplificado para garantir o acesso de milhares de alunos egressos do Ensino Fundamental nas unidades da rede.
“Há vagas para todos os alunos que procurarem a Rede. Nossa meta é garantir acesso e permanência na escola. Por isso, estamos investindo fortemente na melhoria da rede física e também aperfeiçoando a área pedagógica, a fim de que tenhamos uma educação com qualidade em todas as escolas”, enfatizou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.
No período de 19 até o dia 30 deste mês, será aberto o período de pré-matrícula on-line pelo endereço eletrônico: www.educacao.ma.gov.br/matrícula2017, destinado a quem concluiu ou está concluindo o 9º ano do ensino fundamental em escolas regulamentadas das redes federal, estadual, municipal ou privada.
Nesse momento, os alunos poderão optar por uma das escolas estaduais, exceto as unidades escolares das modalidades de Educação do Campo, Educação Especial, Educação Indígena, Educação Quilombola e Educação de Jovens e Adultos; Centros de Educação Integral e escolas conveniadas. Em todas essas o estudante deverá procurar a coordenação da escola.
Ao selecionar a escola o estudante automaticamente assume a vaga disponível na escola de sua preferência. Cada estudante só poderá solicitar pré-matrícula em uma única escola. As vagas obedecerão à ordem de acesso ao sistema de matrícula. Após o encerramento do período da pré-matrícula, o estudante receberá a confirmação no próprio sistema de que sua pré-matrícula foi realizada com sucesso.
O estudante só terá sua matrícula validada na escola com a entrega da documentação. Caso sejam detectadas inconsistências nos dados fornecidos ou a omissão de informações requeridas, o estudante terá sua pré-matrícula cancelada, e poderá aguardar uma 2ª chamada.
Para os estudantes com dificuldade de acesso à internet, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) colocará à disposição 19 pontos de apoio para a realização da pré-matrícula. A lista dos locais com os respectivos endereços está disponível no portal da Secretaria (www.educacao.ma.gov.br).
Matrículas
As matrículas serão efetivas no período de 2 a 13 de janeiro de 2017, devendo o estudante comparecer às escolas munidos com original e cópia dos seguintes documentos: Histórico Escolar ou Declaração de escolaridade/Transferência emitida no prazo máximo de 30 dias, pela última Unidade de Ensino em que estudou; duas fotos 3 X 4 recentes; Certidão de Nascimento/Casamento ou RG com CPF do estudante, se possuir; RG e CPF do responsável legal, no caso de estudante menor de 18 anos; Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso); fatura da concessionária de energia elétrica atualizada (máximo de três meses). Quando a fatura não estiver em nome do responsável pelo estudante, apresentar, conjuntamente, outro comprovante de endereço em nome da mãe/pai/responsável pelo estudante.
Para a matrícula ou rematrícula no 2º e 3º anos do Ensino Médio e nas séries do Ensino Fundamental, da Rede Estadual, os pais ou responsáveis devem procurar diretamente às escolas para matricular seus filhos.
Escolas com ampla procura
Neste ano, a Seduc tornou mais democrático o processo seletivo de ingresso de alunos na 1ª série do Ensino Médio em sete escolas da Rede Estadual de Ensino onde, historicamente, há maior procura pelas vagas. São elas: São Luís – Liceu Maranhense, C.E. Paulo VI, C.E. Joao Francisco Lisboa, C.E. Domingos Vieira Filho e C.E Manoel Beckman; Imperatriz – C.E. Graça Aranha; e Caxias – C.E. Thales Ribeiro Goncalves. Ao todo, estão sendo ofertadas 3.520 vagas nessas escolas.
A novidade é que os estudantes que optarem por essas escolas serão classificados de acordo com média geral da carreira escolar do 9º ano até o terceiro período/ bimestre, média dos três primeiros bimestres de Língua Portuguesa, dos três primeiros bimestres de Matemática e o número de faltas nos três primeiros bimestres no componente curricular Língua Portuguesa.
Esses dados deverão ser solicitados à escola atual do estudante em declaração específica da escola na qual constará a carreira escolar do estudante até o terceiro período/ bimestre e inseridos no sistema no ato da inscrição.



Nenhum comentário:

Postar um comentário